Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010
Louvemos a democracia

Olívia de Cássia – jornalista

Democracia é uma palavra linda em seu significado, mas que está desgastada pelo seu uso indiscriminado. Nasceu na Grécia. Teoricamente, “é um regime de governo onde o poder de tomar importantes decisões políticas está com o povo, direta ou indiretamente, por meio de representantes eleitos”, que na maioria dos casos, nem cumprem o que prometem e nem representam o povo como deveriam. Claro que há exceções.
No Brasil, a democracia sempre foi muito conturbada e difícil, é só pegar a história, desde a época da monarquia. Em rápidas pinceladas, passado o período da República da Espada, República Velha, Coronelismo, Getúlio, Juscelino e Jânio Quadros, o País viveu um período de vinte anos sob o manto da ditadura militar. Muita gente no Brasil nasceu e ficou jovem durante esse tempo.
No meu caso, quando a ditadura se instaurou no País eu estava com quatro anos de idade. Lembro vagamente que logo no início meus pais tinham medo. Não queriam no…
Mulheres na política ou em qualquer lugar

Olívia de Cássia - jornalista

A pré-candidatura de duas mulheres à Presidência da República no próximo mês de outubro fortalece e reacende o debate da importância da participação do gênero feminino nas lutas da sociedade e do País se isso for do seu interesse, é claro. Defendo a proposta de que lugar de mulher é em todo canto, seja na política, no mercado de trabalho ou onde ela queira estar, por sua livre e espontânea vontade, não adianta querer pressionar.
Sou de um tempo em que vi muitas mulheres da minha geração ficaram alienadas porque, apesar dos avanços que as mulheres foram conquistando no Brasil, ainda nas décadas de 60 e 70, em União dos Palmares, muita coisa era proibida, muitas vezes até a leitura de determinados livros. Outras foram para as ruas protestar contra essa ideia e foram discriminadas e expostas às mais duras penas.
O sistema é bruto. Não é fácil ser participativa e rebelde com causa, não é fácil protestar contra um sist…
Imagem
Feijoada com as estrelas em União lança proposta de criação do Comitê Pró-Dilma Roussef

Olívia de Cássia - jornalista
(Textos e fotos)

O coletivo de mulheres do Partido dos Trabalhadores de União dos Palmares realizou neste domingo, 18, no campus da Universidade Estadual de Alagoas - Uneal, que funciona no prédio do antigo Colégio Santa Maria Madalena, na Rua Tavares Bastos, a “Feijoada com as estrelas”.
A atividade teve como objetivo comemorar os cem anos do Dia Internacional da Mulher e reunir lideranças e convidados para um bate-papo sobre pré-candidaturas de Dilma Roussef, à Presidência da República e da ex-vereadora Genisete Lucena do PT local para deputada estadual; contou com a presença do pré-candidato ao Senado pelo partido, José Pinto de Luna.
Genisete agradeceu a todas que compareceram ao evento e reforçou a importância dos programas do governo Lula que, segundo ela, fazem acreditar nesse projeto. “Mais de onze milhões de famílias têm acesso atualmente ao Bolsa Família. Duran…
Quando o ser humano vira animal irracional

Olívia de Cássia – jornalista

Eu tinha acabado de chegar da Tribuna Independente, cansada de uma jornada extenuante de fechamento de duas edições dos jornais do fim de semana. Estava terminando o jornal da Globo, eu ia subir a escada com a água para beber mais tarde, me arrumar, tomar banho, antes de bisbilhotar um pouco a internet para poder dormir, como faço todos os dias. De repente ouço um barulho na rua, barulho de moto e de gente agressiva, gritando: “Pega ladrão, filho da puta, eu vou te matar”.
Corri para ver o que era e não acreditei no que meus olhos estavam presenciando. Pensei em pegar a máquina fotográfica para registrar o espancamento, mas não tive coragem, meu corpo todo tremia. Eu nunca tinha visto um linchamento em minha vida, a não ser na televisão, em filmes; fiquei perplexa. Nossa rua nunca teve isso, sempre foi uma rua pacata e tranquila que todo mundo sempre quis vir morar por ser próximo de tudo.
Gritei, disse que ia c…
Imagem
Mudanças no planeta

Olívia de Cássia – jornalista

De uns anos para cá estão ocorrendo diversas mudanças no clima e no meio ambiente que estão afetando diretamente as populações das grandes e pequenas cidades. Muito já foi dito que o efeito estufa é o principal vilão dessa história toda, por conta dos desmatamentos que ocorrem com freqüência, prejudicando a qualidade de vida da gente. Isso tudo acontece pelo inchaço das cidades em conseqüência também da expulsão do homem do campo, avalio eu, e da falta de responsabilidade de alguns.
Dizem os estudiosos no assunto que há várias linhas de pesquisa sobre o efeito estufa. De acordo com o pesquisador do Departamento de Física da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS), Hamilton Pavão, "o efeito estufa é um problema real, que gera controvérsias". Segundo ele, algumas apontam para o aquecimento global como um fenômeno natural, mas a influência da ação humana em relação ao aumento do efeito também é um dos fatores que contr…
Imagem
Há 12 anos morria meu pai

Olívia de Cássia – Jornalista

No dia 12 de abril de 1998, há doze anos, morria meu pai, João Correia de Cerqueira, em consequência de problemas provenientes da Aataxia spinocerebelar ou Doença de Machado Joseph, que o limitou em cima da uma cama, inválido, por 14 anos. Meu pai começou a sentir os primeiros problemas da doença ainda quando estava em plena atividade, trabalhando na nossa mercearia, na Rua da Ponte.
Começou levando muitos tombos e andando sem equilíbrio, o que levava muita gente a pensar que ele estava bêbado. Levava quedas na rua e era socorrido por algum morador de União. Essa é a herança maldita da nossa família.
Meu pai era um homem generoso, religioso, de muita fé. Passei o dia na correria do trabalho, mas não deixei de lembrar, desde as primeiras horas da manhã, daquele que foi um exemplo de vida para mim. Seu João Correia de Cerqueira, meu pai, foi um dos homens mais importantes da minha vida.
Seu exemplo de conduta ética, reli…
Imagem
Servidores paralisam atividades

Olívia de Cássia – jornalista
(Foto e texto)

Servidores públicos cruzaram os braços hoje e fizeram uma manifestação em frente à Secretaria Municipal de Finanças. Eles reclamam que o prefeito Cícero Almeida ofereceu de reposição apenas 3% de salário enquanto que o salário dos secretários do município, segundo as lideranças, foi reajustado em R$ 17 mil reais e do prefeito R$ 20 mil.
Imagem
Reflexões de um dia chuvoso

Olívia de Cássia – jornalista

A chuva cai anunciando que o inverno esse ano vai ser rigoroso. As notícias que tomo conhecimento são de desabamentos, enchentes e até mortes, em outros estados e no interior, consequência da revolta da natureza e da imprudência do ser humano. Muitas vidas ceifadas, causando descontrole nas famílias. Pessoas desabrigadas, crianças famintas.
Diante de tanta tragédia e acontecimentos negativos lá fora, meus problemas pessoais se tornam ínfimos, pequenos e mesquinhos. Estou fugindo de mim mesma, tentando não ver tudo o que me espera daqui em diante. Minhas pernas já não têm a firmeza de antes. Busco forças dentro de mim, sinto-me intolerante diante de muitas situações, com os outros e comigo também.
Por que não tomo uma atitude radical e resolvo de vez o que fazer? Tenho tanta dificuldade de dizer não aos outros que isso me limita e me confunde; prejudica-me por certo. Preciso ficar sozinha. Nasci para viver só. A solidão que g…
Nada a comemorar

Olívia de Cássia – jornalista

No dia 7 de abril, quarta-feira última, comemorou-se o Dia do Jornalista. A data é referendada desde a fundação da Associação Brasileira de Imprensa, em 1908. Dessa época para cá a categoria teve muitas conquistas como a regulamentação da profissão, a luta por piso salarial digno, carga-horária de trabalho regulamentada, acordo salarial entre outras bandeiras de mobilização, em nível nacional.
Este ano, avalio eu, não tivemos muitos motivos para comemorar a data, já que recebemos várias notícias negativas com relação a nossa profissão e a principal delas foi a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que nosso diploma não é mais obrigatório para exercer a profissão de jornalista. Mas a luta não para por aí e vários têm sido os desdobramentos com relação a essa questão, a exemplo da PEC que está tramitando no Congresso Nacional para regulamentar a profissão.
A Fenaj está conclamando a categoria para ampliar o movimento pela aprov…
Imagem
Cícero Ferro ataca TJ e chama sindicalista de maloqueiro

Olívia de Cássia – jornalista
(Texto e fotos)



Em discurso inflamado, o deputado Cícero Ferro (PMN) (foto) atacou o Conselho Estadual de Segurança e o Tribunal de Justiça, inconformado porque o Tribunal expediu um habeas corpus, no último dia 30, favorecendo os acusados no atentado que sofreu em 2004.
O deputado foi o primeiro a fazer o uso da palavra na Casa, assim que foi lida a ata da sessão anterior. Ele criticou o promotor Antônio Barbosa Carnaúba pela liberação dos acusados contra a sua vida e falou do atentado que sofreu, tendo sido atingido, segundo ele, por 200 tiros. “Desses 200, nove me atingiram”, disse ele.
Não é a primeira vez que o deputado Cícero Ferro (PMN) faz uso da palavra na Casa para atacar a Justiça alagoana. Em seu discurso ele enfatizou que não é bandido “bandido é o pessoal do TJ e do Conselho Estadual de Segurança”. A reclamação do parlamentar se deu pelo motivo de o Conselho de Segurança ter negado…
Imagem
TJ indefere pedido de liminar contra a ALE

Olívia de Cássia – jornalista
(Texto e fotos)

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) indeferiu hoje, por meio do desembargador Estácio Gama, uma ação com pedido de liminar do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Legislativo contra a Assembleia Legislativa Estadual (ALE).
O Mandado de Segurança de número 2010.000845-4 tem como impetrante José Ernandi Ferreira Malta, por intermédio do advogado Manoel Ferreira Lira. A impetrada (acusada) é a Mesa Diretora da Assembleia, cujo procurador é o advogado Marcos Guerra.
Segundo Ernandi Malta, esse parecer do TJ não interfere na suspensão da greve nesta quarta-feira e não muda o resultado das negociações ocorridas até agora. “Já estão querendo fazer um carnaval com essa decisão”, disse ele.

Segundo a vice-presidente da Central Única dos Trabalhadores, Lenilda Lima, a greve dos servidores da ALE foi suspensa depois de aberto o canal de negociação com a categoria. Ela informou que a Mesa Diretora gar…
Imagem
Depois de uma negociação, servidores da ALE encerram a greve

Olívia de Cássia – jornalista
(Texto e fotos)

Os servidores da Assembleia Legislativa Estadual (ALE) decidiram pela suspensão da greve depois da abertura de um canal de negociação com a Mesa Diretora da Casa, que aconteceu no final da manhã desta quarta-feira, 7, e teve a participação de uma comissão formada por diretores do sindicato, funcionários da Casa, os deputados Fernando Toledo (PSDB), Judson Cabral (PT) e Antônio Albuquerque (PTB).
O presidente do Sindicato dos Servidores, Ernandi Malta, disse que está havendo uma negociação e não acordo “acordo é quando o dinheiro está no bolso. Estamos em estado de alerta até o dia 25 quando a Casa ficou de pagar o retroativo”, disse Ernandi, acrescentando que na próxima terça-feira, 13, às 8h, haverá outra reunião para definir como será feito o pagamento desse retroativo aos servidores, de acordo com o que ficou acordado na reunião.
Antes de finalizar a sessão o deputado Antôni…
Imagem
Manifestação de servidores da ALE tem adesão de policiais

Olívia de Cássia – jornalista
(Texto e fotos)

O prédio da Assembleia Legislativa continua fechado e os servidores não arredam pé de suas reivindicações, pelo menos até agora. No começo da manhã toldos foram colocados na Praça Pedro II indicando que o movimento ia engrossar. Por volta das dez horas da manhã o Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa, que tem como presidente o sindicalista Ernandi Malta, recebeu policiais civis, agentes penitenciários, pessoal da perícia técnica, policiais federais que se encontram agora na porta da Casa de Tavares Bastos e prometem fortalecer o movimento com outras categorias no horário da tarde.
A mobilização dos policiais e demais categorias conta com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT), do Movimento Contra a Corrupção (MCC) e faz parte de uma mobilização nacional dos movimentos sociais, anunciada na semana passada, antes da Semana Santa, quando os funcionários da Assem…
A normalidade e o caos

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Às vezes a gente precisa entrar num processo de caos para chegar à calmaria. Ultimamente tenho me irritado com facilidade diante de situações, tenho sido intolerante até comigo mesma. Não encontro a serenidade, a paz, a harmonia que tanto persigo.
Preciso encontrar essa linha tênue que muitos chamam de equilíbrio. Equilíbrio que preciso para conduzir a minha vida. Quero viver pacificamente, calmamente, consciente das minhas obrigações de cidadã. Quero viver em paz...
Tão simples assim...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Não é tão simples assim a gente passar por tais etapas da vida e passar incólume, sem se afetar com nada. Nesse instante me vêm reflexões.
Preciso me encontrar comigo mesma, resolver situações, expulsar aquilo que teima em insistir...
Tão simples assim como a água do rio que corre para o mar...
Como as estrelas que estão no céu.
Como o sol que nasce a cada dia, mesmo com a presença das nuvens...
Tão simples assim como teus olhos que imagino e sonho fossem diferentes...
Tão simples assim como um poema marcado, um poema cantado falando de mim.
Imagem
Toledo abre sessão-relâmpago na ALE, apesar do protesto de servidores

Olívia de Cássia – jornalista
(Texto e fotos)


Nem mesmo o protesto dos servidores impediu que o presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Toledo (PSDB) abrisse a sessão desta terça-feira. Catorze deputados compareceram ao plenário da Casa, mas ao iniciar a sessão, o deputado Antonio Albuquerque (PTB) solicitou que o presidente encerrasse a sessão por conta do descumprimento do Regimento Interno da Casa. Já passavam vinte e três minutos do horário regimental da segunda chamada que é às 15h15.


Depois foi a vez do deputado Judson Cabral (PT) solicitar a palavra concordando com o argumento do deputado Antonio Albuquerque e solicitar o mesmo. Já o deputado Nelito Gomes de Barros (PMN) solicitou a suspensão da sessão por conta do falecimento do desportista e ex-deputado Oswaldo Gomes de Barros. Diante desses argumentos, o presidente da ALE encerrou a sessão e os deputados permaneceram no plenário da Casa concedendo ent…
Quanto tempo

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Quanto tempo
O tempo disporá
Até que não saiba mais quem sou?
Quanto tempo eu terei
Para reinventar
Minha vida
De forma que ela
Tenha um outro sentido??

Quanto tempo terei
Para tomar as rédeas
Do destino
E seguir em frente
Em busca
De algo mais??
Imagem
O que veio depois

Olívia de Cássia - jornalista

Passei o dia, hoje, muito angustiada e reflexiva diante de muitas interrogações. Depois da separação de um relacionamento de quase vinte anos eu sofri muito, achava que o mundo tivesse desabado sobre minha cabeça e que não seria capaz de me reerguer diante daquele golpe sofrido.
Eu não consegui me conformar com aquela traição e a falta de lealdade e quanto mais eu questionava aquela situação, mais eu sofria. Era insustentável tudo aquilo; reviver é sempre dolorido.
Ficava sabendo notícias, com freqüência, do meu ex-companheiro com a outra, aquela que havia provocado a minha infelicidade, a separação e sobre seus relacionamentos amorosos paralelos. Parece que todo mundo sabe de alguma história e tem o prazer de vir contar pra gente. Isso sempre acontece.
Seis anos depois desse distanciamento, mesmo a gente morando em cidades tão próximas, eu pouco o vejo na rua, mesmo quando viajo para União dos Palmares quase não o encontro por aí dura…
Boa Páscoa para todos

Olívia de Cássia – jornalista

Neste domingo os católicos celebram a Páscoa. Em todo o mundo esse sentimento é revisto e comemorado. A Páscoa é uma festa cristã que celebra a ressurreição de Jesus Cristo, ressurreição que aconteceu três dias depois da sua crucificação.
Conta a história que os judeus comemoravam a Páscoa para relembrar sua libertação da escravidão do Egito, de acordo com o que diz o Antigo Testamento. Depois, o evento passa a ser a comemoração sobre a libertação do homem do pecado já que Jesus passa a simbolizar o cordeiro que os judeus sacrificavam na época de Páscoa.
O nome “Páscoa” vem do hebraico e significa passagem, passar por cima. Devemos passar por cima das adversidades e fazer uma nova passagem dentro de nós, como aquela relatada na Bíblia quando Moisés cruzou o Mar Vermelho. Uma simbologia que deveríamos adotar em nossas vidas.
Nas décadas de 60 e 70, nessa época do ano, meu pai, que era católico fervoroso, costumava jejuar e nos incent…