Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

Denúncia mal apurada de coligação rival constrange famílias em União dos Palmares

Imagem
Por João Paulo Farias – O Relâmpago - Texto e Fotos

O clima de “paz e amor” das eleições em União dos Palmares começou a desmoronar desde o último sábado, 25, onde uma série de ataques a banners de propaganda eleitoral e a até mesmo veículos da coligação “Um Novo União Para Todos”, que tem como candidato a prefeito de União, o médico Beto Baía (PSD).

O fato novo da campanha majoritária foi uma denúncia de crime eleitoral, feita por volta das 12 horas desta quinta-feira, 30, pela Coligação “Para União Continuar Crescendo”, que tem como candidato a prefeito do município, o ex-governador, Manoel Gomes de Barros (PSDB).

Segundo a denúncia, um microônibus adesivado que presta serviços à campanha de Beto Baía estaria cheio de cestas básicas que seriam entregues a algumas famílias do município. O ônibus estava com dez pessoas, que vinham de Maceió, onde foram fazer compras.

Os ocupantes do veículo juntamente com o motorista, Luís Araújo, 62, foram levados à Delegacia Regional de União dos Palmar…

Baixaria nas campanhas eleitorais

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

Hoje eu vou falar de um tema que está na pauta do dia do brasileiro: as baixarias na campanha eleitoral. Todo ano de eleição é isso, à medida que o pleito vai se aproximando, os ânimos vão se exacerbando, as paixões ficando mais ardentes e começam as agressões, os xingamentos mútuos e a desqualificação do adversário.

Mas quem pensa que isso só acontece em terras tupiniquins está enganado. Nos Estados Unidos, candidatos do mesmo partido lançam acusações contra seu correligionário, para atrair os votos necessários para se qualificar como o candidato oficial do partido para vencer as eleições que lá tem sistema diferente do nosso.

Lá e cá cada candidato quer mostrar as fraquezas do outro, mostrar os pontos fracos e crescer diante disso. As denúncias e os boatos se avolumam na Justiça Eleitoral, que muitas vezes não dá conta de tanta coisa.

No Brasil, Por ser eleição municipal, os candidatos a prefeito e vereador recebem apoios de deputados, senadores, governad…

Justiça de Alagoas registra primeiro casamento entre mulheres em União

Imagem
Foto de Antônio Aragão
Fonte: Alagoas 24 Horas - Com Atônio Aragão e Cláudia Galvão

Depois de registrar a primeira união homoafetiva, em março desse ano, envolvendo o mecânico Cristiano Costa de Amorim, 43, e o cozinheiro Josenildo Soares da Rocha, 33, União dos Palmares registrou nessa quinta-feira, 30, mais um casamento homoafetivo, desta vez das jovens Franklyne da Silva Oliveira e Luana Ferreira Barros. A união foi oficializada no Fórum Juiz Franklin Gama de Lima, pelo juiz Ygor Vieira de Figueiredo.

A união chamou a atenção dos demais casais presentes ao fórum na manhã de hoje. O juiz, no entanto, fez questão de ressaltar a igualdade da união. “O que importa é a família estar unida e feliz. Esta união só não é mais comum porque poucas pessoas se expõem para mostrar que são iguais no amor”, defendeu.

Durante a cerimônia, o juiz ainda defendeu o direito da família e se disse feliz pela presença das noivas. Questionada sobre como se sentia sobre a união, Franklyne disse que não tinha …

Professores, técnicos e alunos da Uneal saem às ruas de União dos Palmares para cobrar melhorias

Imagem
Por João Paulo Farias – O Relâmpago - Texto e Fotos

Dezenas de alunos, professores e técnicos administrativos do Campus Universitário Zumbi dos Palmares saíram em protesto pelas ruas do centro da cidade. Com cadeiras nas mãos, faixas e cartazes, os universitários cobraram do Governo do Estado, melhorias na Universidade.

Com palavras de ordem, os estudantes bloquearam as principais vias de tráfego do centro e com cadeiras sentavam no meio da rua e explicavam às pessoas que observavam o ato, como pedestres e motoristas, o caos em que se encontra a Uneal, que atende nos seis campi espalhados no interior do Estado, mais da metade dos municípios alagoanos.

“Téo cara de pau, respeite a Uneal”, “Teosunami”, era o grito de guerra daqueles alunos e professores revoltados com o descaso na educação, provocado pelo governador de Alagoas, Teotonio Vilela.

Na extensa pauta de reivindicações, vem o concurso para repor os professores do quadro efetivo, já que a instituição tem uma carência de mais de 280…

Welton Roberto promove debate sobre anteprojeto do Código Penal

Imagem
Advogado Welton Roberto

Por assessoria

Com o tema “Café com Direito: um olhar humano sobre o novo anteprojeto do Código Penal Brasileiro”, o conselheiro federal da Ordem dos Advogados do Brasil, Welton Roberto, promove - no próximo dia 10 de setembro - um amplo debate sobre as possibilidades de mudança na legislação penal, em um workshop que tem como público alvo jornalistas.

O evento pretende aprofundar o tema com os profissionais da imprensa que lidam - em seu cotidiano - com notícias e informações envolvendo o Código Penal. Como é sabido de todos, a matéria passa por uma detalhada discussão em todo o país em função das alterações que estão sendo propostas, proporcionando emendas ao novo anteprojeto deste mesmo Código.

De acordo com Welton Roberto, o objetivo é debater com os participantes estas alterações, além de expor conceitos do Direito Penal, eventuais aprovações e alterações de medidas punitivas. “serve como caminho para aproximar a sociedade do direito mais violento que o Estado…

Os anos passaram...

Imagem
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Era uma vez uma história de amor interrompida pelo tempo e pelas intempéries da vida. Muitos anos se passaram desde a última vez em que ficamos juntos.

De lá para cá muita coisa mudou, a vida seguiu seu rumo, mas ainda me pego pensando nos momentos vividos...

Não entendo o motivo de eu ser assim, tola, ingênua e encantadoramente sensível, eu não sei. Esquecer é preciso, é o que me dizem.

Os outros não entendem isso. Afirmam os céticos que a gente não deve falar de passado, que o que passou já foi. Mas eles também não me ensinaram a fórmula do esquecimento.

O que a gente faz para esquecer um grande amor? Quando a gente não tem mais o que viver de sentimentos, se vive apenas das lembranças boas do que viveu.

O sonho que sonhei agora tinha sabor de encontro, cumplicidade, serenidade e saudade.
Éramos duas metades incompletas que se redescobriam e se reiventavam.

Os sonhos têm seus encantos; independem da nossa vontade, dizem que está no nosso subconscie…

Minhas inquietações...

Imagem
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Ando desassossegada, inquieta e dispersa. Preciso encontrar um equilíbrio de vida...
Um ponto em comum que me faça aquietar os pensamentos, sossegar o juízo e ser feliz...

Sempre tive uma solidão interior e necessidade de me isolar do tempo e da vida e encontrava nos livros a resposta que eu procurava.

Estou procurando muitas respostas. Uma situação que me deixe serena, tranquila, sem ter medo de nada, sem ter medo da vida...

Ando inquieta e dispersa por esses dias. A ansiedade me faz ficar agitada... Inquietação é substantivo feminino. Não posso continuar assim...

Estou afogueada e nervosa sem saber o motivo, me consumindo em pensamentos diversos, profundos. Sinto saudade e não de quê. Inquietações do tempo que me consomem a alma...

A idade vai entrando pelo tempo e vai trazendo todas as marcas que acumulamos na nossa vida. Inquietações que eu tenho de viver...

De viver o que não foi vivido, proibido, escondido...Inquietações minhas...

Câmara de Vereadores de União discute crise da Uneal

Imagem
Por João Paulo Farias – O Relâmpago - Texto e Foto

A sessão ordinária desta terça-feira, 28, da Câmara de Vereadores de União dos Palmares discutiu a situação da Universidade Estadual de Alagoas – Uneal, que atualmente passa por uma crise fiananceira.

O diretor do Campus Universitário Zumbi dos Palmares, professor-mestre Reinaldo Sousa, esteve na Câmara, para explanar vários assuntos referentes à instituição que está em estado de greve e pedir o apoio do Poder Legislativo municipal nas atividades e reivindicações da Uneal.

Segundo Reinaldo, o Governo do Estado não tem interesse com a educação, já que a Universidade atende nos seis campi, metade dos municípios alagoanos, mas com inúmeras carências, principalmente no quadro de professores.

“O governo fecha as portas da negociação conosco, o reitor (Jairo Campos), não tem sido recebido no gabinete do governador, a greve vem sendo construída há quatro anos”, disse o diretor.

Reinaldo que esteve na Câmara junto com o representante dos técnicos …

Os sonhos que sonhávamos juntos se foram

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

O sono se foi nessa madrugada de poucos ventos, de poucos amores.

Ao longe ouço o barulho do mar. E todas as vezes que eu penso em você eu me lembro do mar.

O mar de ondas revoltas e espumas flutuantes se agita lá fora. É madrugada.
O mar inspira os amantes a fazerem poesia e versos.

Lembro-me de um tempo bem longínquo, quando fazíamos confidências à luz do luar e à beira do mar.

Os sonhos que sonhávamos juntos já se foram, embalados que eram pelas nossas músicas preferidas, que inspiravam as nossas confidências mais profundas...

Pela madrugada afora a gente ia confessando pecados, os mais íntimos segredos; segredos nossos, só nossos e de mais ninguém...

Longe de mim a fúria de Titãs. Não quero alimentar: rancores, angústias e nem sentimentos negativos dentro de mim.

Mas os sonhos que sonhávamos juntos já se foram ...Os sonhos...

Assembleia aprova projeto que cria Comissão Permanente de Ciência e Tecnologia

Imagem
Foto de Olívia de Cássia - arquivo
Por Charlene Araújo


Durante sessão realizada nesta terça-feira, 28, foi aprovado, em segunda discussão, o Projeto de Lei de autoria do deputado João Henrique Caldas (PTN), que cria a Comissão Permanente de Ciência e Tecnologia. A partir disto será possível fiscalizar mais de perto os assuntos relacionados à área de comunicação, informática, inovação, ciência e tecnologia.

Em funcionamento, a comissão poderá observar a prestação de serviço das empresas de telefonia móvel de forma mais incisiva, inclusive com ações contundentes em relação à má prestação destes serviços.

Segundo JHC, é uma ótima oportunidade para que temas que envolvam ciência, tecnologia, comunicação e informática comecem a ser discutidos de forma mais séria.

Agora o projeto seguirá para sanção do governador.

Deputados derrubam vetos do governo

Imagem
Foto de Olívia de Cássia - arquivo
Olívia de Cássia – com informações de Nigel Santana e assessoria da ALE

Na primeira sessão da semana, realizada nesta terça-feira, 28, com a presença de 18 deputados, os parlamentares derrubaram três vetos do governador Teotonio Vilela (PSDB) a projetos que já tinham sido aprovados na Casa.

A votação dos vetos aconteceu depois de um entendimento de lideranças quando a sessão foi suspensa por 30 minutos, solicitada pelo deputado Ronaldo Medeiros (PT)
O primeiro veto derrubado foi o que diz respeito à contratação de bombeiro civil por empresas em Alagoas.

A matéria trata da obrigatoriedade da contratação de bombeiros civis, por parte das empresas organizadoras de grandes eventos populares, bem como de empreendimentos de grande porte que concentrem um alto fluxo de pessoas. Uma comissão de bombeiros civis, que acompanhava a sessão, comemorou a derrubada do veto.

Outro PL rejeitado pelo governo e derrubado pelos parlamentares foi o que reajusta os salários e …

As descobertas interiores...

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

Nossa vida é uma evolução constante, um processo de descobertas e aprendizado. Um dia você se descobre amadurecido, com os erros e defeitos, aptidões e desejos que muitas vezes não tinhas ainda descoberto ou percebido.

O crescimento interior exige muita sabedoria, muita dor e muita renúncia. Para a gente ser melhor, precisa passar pela dor da alma. A vida vai ensinando que, quando necessário, é preciso renunciar, reaprender a viver. É preciso perdoar e saber aprender a perder.

Essa certeza acontece dentro de nós quando estamos em um ‘estado especial de consciência’, quando há tranqüilidade interior, ausência de ansiedades ou desejos e muita paz, sem julgamentos ou emoções, um momento simples, silencioso, mas de reflexão.

Avalio que estou passando por mais um processo de aprendizado, ansiosa que estou por conhecimentos interiores. Nessa caso a adrenalina aumenta no organismo. Podemos crescer com as intempéries da vida, com as perdas que vamos tendo ao longo…

De volta à rotina

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

Chego sôfrega ao trabalho, não aguento mais subir ladeira; a resistência física vai diminuindo com os anos e a vida sem atividade física. O sol nasceu, mas o dia ainda não esquentou.

A semana útil que começa nesta terça-feira, depois de um feriado municipal do Dia da Padroeira na capital, para alguns, promete ser movimentada também.

Hoje o guia eleitoral na televisão é da propaganda dos candidatos a vereador. Tem candidato miolo mole prometendo apresentar projeto para acabar com os tarados. Deve ter sido colocado ali como é feito todo ano de eleição, para fazer palhaçada mesmo e desmoralizar o processo eleitoral.

Cada ano que passa diminuem os candidatos mais propositivos e aparecem essas malas para avacalhar ainda mais as eleições. A Justiça Eleitoral deveria fiscalizar isso também. O eleitor passa a generalizar e difundir que todos são iguais e que não tem jeito.

Nas ruas de União dos Palmares ainda repercute o discurso ‘bateu levou’ do senador Fernando…

Tive sonhos...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Ontem à noite eu tive um sonho bom.
Sonhei que tu eras uma realidade
E que eu era uma fada encantada
que realizava todos os teus desejos,
vontades e sonhos.
Ontem eu tive um sonho
e eu era uma menina
que te amava e tu
me amavas também.
Foi um sonho bom, apenas....

Toda alegria...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Toda alegria é fundamental na vida da gente.
A ordem geral é esquecer a tristeza,
apostar naquilo que te faz bem
e deixar de reclamar da sorte.
Acreditar que dias melhores
estão para chegar e quando vierem
que sejam bem-vindos e festejados.
Toda a alegria é fundamental...

Amanhã é outro dia....

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Amanhã é outro dia. A esperança com certeza vai renascer, o sol vai brilhar intenso e vai iluminar os nossos caminhos. Vou ser outra pessoa a partir de amanhã, repito para mim, todos os dias a mesma história.

Vou ser alguém mais forte e mais firme, não deixarei me enganar por situações passageiras e inconstantes. Sinto tanta falta de você, estou tão sozinha, frágil e indefesa, que nessas horas eu não respondo por mim...

Sou parte de uma trama complicada que é a vida. Eu não soube conduzi-la como deveria. Afogo minhas mágoas na embriaguez de uma noite perdida, sem saber para onde vou nem o que farei no dia seguinte.

Não tenho medo de dizer que te amo e que queria te abraçar nesse instante. Um abraço apertado e cheio de significados que você poderia nem entender. Amanhã é outro dia, estou só sem você.

Onde anda você que não me escuta?

Imagem
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Choro a esperança perdida, choro a oportunidade desperdiçada, choro a tua ausência sentida. Tenho saudade de ti. Saudade da pessoa que pensei que tu eras. Tantos anos vividos. Duas vidas, duas metades incompletas.

Minha vida é curta, não posso deixar passar as oportunidades que surgem no meu caminho. Toca o celular, corro apressada pensando que é uma mensagem tua, mas o engano é constatado logo no primeiro instante.

Não é você. Você que já abstraiu os momentos que passamos juntos, momentos de uma vida inteira de tantos anos de sonhos... Nem parece que nos conhecemos desde a infância....

Somos dois desconhecidos pelas ruas da vida, perambulando por aí. Eu queria te encontrar algum dia pela vida, para dizer o que não foi dito, palavras incontidas. Tu vives por aí uma vida que não é tua, fingindo que és outra pessoa.

Eu não sei fingir ser quem eu não sou. Sou parte desse enredo complicado que é a vida. Duas metades incompletas e dispersas. Estou só e …

A política é um jogo

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

O Brasil vive o clima das eleições municipais que acontecem no próximo dia 7 de outubro. Candidatos botam o ‘bloco na rua’ para mostrar propostas, tentar ganhar o voto do eleitorado e disputar seus espaços. A briga é de titãs.

Nem sempre o jogo da política é um jogo limpo. Na maioria das vezes a disputa se transforma em briga pessoal e as propostas vão ficando de lado, confundindo o eleitorado. É o jogo pelo poder e muitas vezes pelo dinheiro mesmo.

Na década de 70, em União dos Palmares, já tinha briga política dos dois lados. Partidários de Mano e de Afânio Vergetti se engalfinhavam nas ruas, brigavam de maneira atabalhoada, famílias se desuniram, amigos brigaram, pessoas morreram, tudo em nome da política.

Desde menina acompanho essas contendas e hoje sei que não valem a pena. Meu pai era um homem apaixonado por eleição e fã número um do seu primo-político Afrânio Vergetti de Siqueira. Herdei do meu pai esse lado também.

Fui crescendo e quando cheguei à…

Tento me refazer...

Olívia de Cassia Correia de Cerqueira

Tento me refazer do susto. O sol já vai alto, aquecendo campos, mares e florestas. Meu coração acelera. De medo, dor, aflição e esperança. Sinto vontade de chorar. Tudo misturado. Meu sangue corre forte nas minhas veias...

Os sentimentos se confundem, se fundem. Já não sei se sinto dor, amor, paixão ou sofreguidão. Não sei mais avaliar minhas necessidades. Vontades...

Preciso de tua mão amiga para me guiar e fortalecer, do teu corpo ainda latente para me abraçar e me fazer sentir segura.

Sou mulher de corpo e alma, mais alma do que corpo, mais emoção que medo. Tenho medo do medo. Não quero sentir medo, o medo aprisiona os corações.

Há muitas pedras em meu caminho...

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

Há muitas pedras no meu caminho. Há impedimentos diversos para quem tem problema neurológico. A gente às vezes finge que não se importa com as limitações, mas quando elas se fazem presentes mostrando e gritando nossos impedimentos, a gente recua.

Há dores e flores no meu caminho, mas não quero fazer com que essas dores me impeçam de vez de tentar ser feliz, de apreciar as flores do campo. Quero ainda poder pensar, ver o mar, escrever, ler, fazer minhas tarefas corriqueiras durante muito tempo, fazer amigos e me divertir.

Luto cotidianamente e peço a Deus todos os dias para me permitir mais alguns anos de vida útil, minha cabeça pensante, meu cérebro ativo e meu caminhar ainda que cambaleante. Não quero pensar nessas limitações que poderão vir com o tempo e que já batem à minha porta, me indicando o que terei pela frente.

Quero ser feliz, quero poder expressar minhas opiniões e vontades, sem depender de outras pessoas para isso. Quero ter a capacidade de de…

Ponto do Colibri Letra: Petrúcio Baêtto Música: Gustavo Gomes

Imagem

Crescer dói...

Imagem
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Crescer dói, viver dói, porque a gente só cresce com as próprias experiências, sejam elas doloridas ou de alegria. Crescer como ser humano é dor que dói sem doer’ no corpo, mas dói na alma.

Se você não souber entender os caminhos que são traçados para você percorrer, entender o mundo é um exercício de paciência, de estudo profundo, de sabedoria, de observação.

Às vezes eu tenho medo do novo, do inusitado; quando acontece de repente é um choque, mas depois a gente vai se acostumando e já não é mais novidade e já é preciso renovar.

Mudar é preciso, sempre que necessário, mas ás vezes ainda me assusta. Crescer dói, mas para isso a gente tem que viver; se não vai passar pela vida sem nenhum aprendizado profundo.

Não quero ficar na superficialidade dessa existência, tenho pouco tempo de vida útil. Quero aprender a viver da melhor forma que for para mim. Não quero ser um estorvo na vida de ninguém.

Os anos passam e a gente vai envelhecendo, as marcas da v…

Não quero perder minhas referências...

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

A gente nasce no seio familiar e vai aprendendo com nossos pais os valores que formam a nossa personalidade. Aqueles que a gente leva para o resto da vida: a religiosidade, a personalidade, o caráter e nossa formação cidadã, pessoal e ‘educacional’.

Tem fase da juventude que nos rebelamos contra alguns desses ensinamentos que nos foram passados, aqueles carregados de preconceitos e de rancores.

A gente quer fazer uma ‘revolução’, lutar contra isso, mas quando a gente evolui e se torna adulto percebe o quanto foram importantes todos os ensinamentos passados pelos nossos pais e familiares, mesmo aqueles que tenham sido com ranços e rancores, pois eles nos fazem refletir sobre a vida.

Até aquele aprendizado do que é bom e do que ruim para nós que não concordamos é importante para a nossa formação. Existem muitas verdades na vida. Nem sempre a verdade que nos ensinaram é aquela cheia de princípios.

No meu caso, eu tive a felicidade de ter tido na terra dois ser…

Assembleia homenageia Dia do Soldado, por solicitação de Medeiros

Imagem
Fotos de Olívia de Cássia
Olívia de Cássia – Ascom

A Assembleia Legislativa Estadual (ALE) realizou na manhã desta sexta-feira, 24, uma sessão especial para homenagear o Dia do Soldado, comemorado em todo o país neste sábado, 25. A sessão foi presidida pelo deputado Ronaldo Medeiros (PT) proponente da sessão.

Antes de a audiência pública começar, no hall de entrada da Casa de Tavares Bastos, a banda de música do 59º Batalhão de Infantaria Motorizada fez uma exibição apresentando várias músicas com um repertório eclético do cancioneiro popular brasileiro e internacional.

No plenário da Assembleia, o deputado Ronaldo Medeiros (PT), propositor da sessão, disse que apresentou o requerimento pela importância do soldado para a população e para o país. Em seu discurso na tribuna da Casa, Medeiros destacou a importância do Exército brasileiro e de seus soldados.

“Tive a oportunidade de procurar saber o significado da palavra soldado; nem todos vocês trabalham apenas pelo dinheiro, mas com amor. Te…

Nas infinitas noites...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Nas minhas infinitas noites de solidão, invoquei a memória do passado, para preencher o espaço vazio. Vida marcada. Quando a gente vai envelhecendo vai vivendo de lembranças, daqueles fatos que marcaram a nossa vida. É impossível evitá-los.

Rememoramos a infância, os amores juvenis, as aventuras da juventude e os dias são mais leves de a gente levar, quando a gente tem um amor para recordar, uma poesia para fazer, vivências da juventude e muita história para contar aos mais jovens.

Ouço o barulho do mar, o mar que guarda tantos segredos, segredos meus. Com a alma vazia de luz e procurando conforto, no fundo da memória vou revendo situações, atrapalhadas ou não, momentos de medo, de ansiedade, aflição e carinho, momentos de conforto e amparo..

Nas infinitas noites de solidão eu procurei do meu lado uma mão para afagar, um rosto para encarar e uma palavra para ser dita, mas eu encontrei o vazio, o vazio que vai tomando conta da gente, de repente, quan…

Preciso de um abraço...

Olívia de Cássia Correia de Cequeira

Preciso de um abraço, daqueles bem apertados e sinceros que só as pessoas amigas sabem dar...
Um abraço sem falsidade, cheio de significados, sem palavras vãs para atrapalhar.
Não há nada melhor que a terapia do abraço para nos dar aquele conforto necessário, quando a gente está frágil.
O abraço nos fortalece e nos dar a certeza de que não estamos sós. Quero um abraço.

Propaganda eleitoral gratuita não empolga

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

A propaganda eleitoral gratuita que teve início em todo o País, essa semana, não empolgou o eleitorado. Hoje tive a oportunidade de ver os candidatos a vereador de Maceió e chega a ser hilário o que vi. Tem cada presepada que dá dó.

Ilustres desconhecidos não sabem falar, têm pobreza nos conteúdos explanados e a gente nota que estão lendo o texto muito mal no telepronter. Poucos candidatos têm qualidade para assumir uma vaga na Câmara de Vereadores de Maceió e quando entram no horário e apresentam suas propostas a gente fica esperando mais.

De Cicinho Anão’, que ninguém sabe quem é, ao representante dos mototaxistas, outro desconhecido, a maioria ninguém conhece. Outros são lideranças tarimbadas no movimento social e sindical, que tentam a todo custo assumir uma vaga na Casa de Mário Guimarães. Quase todos os vereadores são candidatos à reeleição.

No meu entendimento, para que a pessoa se escale nessa aventura que é a política tem que ter liderança, caris…

‘Camaleoa’

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

Os camaleões distinguem-se de outros lagartos pela habilidade de algumas espécies em trocar de cor. Eu não sou como a fêmea do camaleão, não uso disfarces, um para cada situação, mas bem que em determinadas horas seria melhor agir assim, para o nosso bem e ‘de toda a santa igreja’.

A vida é cheia de labirintos e às vezes é preciso ser dissimulada para não revelar sentimentos e emoções, mas infelizmente a vida não me instruiu para isso também. Não aprendi a viver de falsete, de enganações. Falo de mim, dispo-me de preconceitos e revelo todos os meus segredos, aqueles mais difíceis de serem falados.

Não é fácil ser assim, sincera, afirmativa e sem disfarces e preconceitos. Já tive muitas perdas na vida, elas me deram muito aprendizado e maturidade,mas ainda é preciso muito mais.

Não quero aqui falar de sofrimento, para não me entristecer. O sofrimento e as intempéries da vida nos fortalecem e nos torna pessoas melhores, menos arrogantes.

Não sou infeliz, já …

O sol raiou bonito

Olívia de Cássia

O sol nasceu quente e disposto para a vida cheia de promessas... Cantam os pássaros lá fora, felizes com o dia bonito, sorrindo e ensolarado... A rotina das pessoas lá fora começou. Dia que promete ser...

Há muitos mistérios na vida. As pessoas escondem de si os sentimentos. A vida segue seu rumo. Para os mais fortes é tempo de esperança. De acreditar num futuro melhor e mais justo. A vida segue em frente.

Não me venha apontar meus erros. Já me basta a minha própria consciência falando mais alto e indicando minhas falhas.

Sei dos meus pontos fracos, das armadilhas do tempo que quase me destruíram, mas eu sou mais forte do que eu pensava e resisti à tempestade. Levei um susto da vida e me magoei bastante. Eu me refiz para a vida.

Tantas vezes me consumi em desejos e aflições inconfessáveis, que só eu conheço. Sentimentos que ainda preciso domar, para que não hajam arrependimentos depois. O passado ainda me oprime e ronda. Preciso me libertar de todas as amarras para ser…

Um dia...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Um dia me iludi
com promessas vãs.
Deixei me envolver
por sensações
e sentimentos impossíveis...
Impossíveis de se realizarem.
E nesse impulso de vida,
quase caí nas armadilhas do tempo...

Peço licença...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Peço licença à vida para falar de coisas que hoje em dia não se fala mais. Peço licença para sentir, para vibrar de emoção, por uma simples cena diária, uma alegria boba. Peço licença para ser eu mesma, para não fingir que está tudo bem, só para agradar os outros.

Permita-me a vida que eu ainda possa ter sentimentos e sonhos que me façam acreditar que ainda posso sonhar e bem dizer da vida. Dou e recebo um bom dia animado, cheio de esperança, de expectativa. Acredito nos sonhos, acredito na vida. Peço licença por isso.

Medeiros propõe criação de comissão para fiscalizar programa

Imagem
Foto de Olívia de Cássia-arquivo
Olívia de Cássia com Camila Ferraz e Nigel Santana

Na sessão ordinária da tarde desta terça-feira, 21, o deputado Ronaldo Medeiros (PT) apresentou requerimento solicitando a criação de uma comissão de parlamentares para acompanhar o Plano Nacional de Combate à criminalidade (Brasil Mais Seguro em Alagoas).

O deputado explicou que esteve em Brasília, antes da implantação do plano em Alagoas, para propor e contribuir com o programa, mas destacou que hoje, após quase dois meses em funcionamento, não há o que comemorar.

“É necessário que essa Casa acompanhe, contribua e fiscalize esse plano, que está aqui há quase dois meses e até agora não vemos impactos, o que vemos são os homicídios que continuam em um número elevado, os inquéritos, não temos conhecimento da situação, as prisões, se de fato estão sendo executadas, as perícias, como estão acontecendo. Com essa comissão, essa Casa vai se fazer presente e tornar o parlamento participante no plano”, disse ele.

M…

Doze anos depois, contas de Lessa são aprovadas na ALE

Imagem
Divulgação
Olívia de Cássia, com informações de Nigel Santana

Os deputados estaduais patrocinaram um fato inusitado na tarde desta terça-feira, 21, no plenário da Assembleia Legislativa. Doze anos depois, aprovaram as contas do ex-governador Ronaldo Lessa, candidato sub judice a prefeito de Maceió.

O tema estava na Ordem do Dia e não chamou a atenção do deputado Judson Cabral (PT). Cabral disse que a Casa, de forma tardia, “aprova as contas de um mandato inteiro de governador dez ou doze anos depois que o governador Ronaldo Lessa não está mais à frente do Executivo”.

O parlamentar disse que desconhece o parecer técnico emitido pelo Tribunal de Contas do Estado sobre essa matéria. “Somente hoje [ontem] tomamos conhecimento que esta pauta iria entrar em votação. Seria importante que o relator do projeto, oriundo da Comissão de Orçamento e Finanças, desse mais explicações sobre o tema”, disse o petista.

O relator da matéria, deputado Jota Cavalcante (PDT) - do mesmo partido de Lessa -, t…

Boa semana!

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

O dia amanheceu ensolarado e com temperatura agradável; me arrumo para ir ao trabalho e na rua tem greve do sistema de transporte da Polícia Rodoviária Federal, outras são anunciadas.

No site vejo a notícia: 21 moradores de rua foram assassinados somente este ano em Maceió. Uma estatística absurda. A violência no Estado continua.

Hoje o dia promete. O sino da catedral badala anunciando morte de alguém importante e conhecido, eu acho. Nesse horário o sino só toca quando isso acontece.

Esse costume vem de longe. A gente via isso no interior, antigamente, quando algum membro da igreja, fiel ou da sociedade ia para outro plano.

Os pássaros entoam uma canção ainda por aqui. La fora o barulho dos carros já no engarrafamento loco cedo, por causa da greve dos ônibus.

É greve dos empresários, reclamando a determinação da Justiça de voltar a cobrar 2,10 na passagem. É o poder econômico do setor se rebelando e esperneando por conta de uma decisão judicial.

Nossa p…

Patrimônio desfalcado

Imagem
Um dos poucos prédios que ainda temos preservado em União dos Palmares...


Olívia de Cássia – jornalista

Voltando de União dos Palmares, depois de uma ida rápida à cidade querida. Percorri algumas ruas para matar a saudade, como faço de vez em quando, para fazer fotografias. Estava acompanhada do amigo João Paulo Farias e conversamos muito sobre a dilapidação do patrimônio histórico da cidade.

Já fiz em outra oportunidade, comentário sobre esse tema e não falo aqui dessa ou daquela gestão, mas das muitas, desde muito tempo, que comandaram os destinos do município.

A cidade já perdeu quase todo o seu patrimônio arquitetônico e ao longo de décadas e décadas foram demolidos a antiga Igreja Matriz de Santa Maria Madalena, armazéns, casarões antigos, ruas de calçamento levam banho de asfalto e outras transformações mais.

Está tudo diferente, em nome da modernidade. O patrimônio histórico do município hoje se resume à Serra da Barriga (nosso principal cartão postal), a Casa do Poeta Jorge de Li…

Sou atrapalhada mesmo, não me julguem mal

Imagem
Olívia de cássia - jornalista

Não sei como me portar diante de algumas situações práticas da vida. Sou atrapalhada, desastrada e não tomo jeito mesmo. Vivo tomando lições do cotidiano, mas nem as grandes bordoadas do tempo conseguem me ensinar.

Não nasci para administrar um lar, para tomar providências e nem para ser tão autossuficiente como eu imaginava na adolescência, quando eu achava que era a dona da razão. Agora eu sei. Passei minha vida inteira lutando para ser independente, proclamando a minha liberdade, querendo morar sozinha desde cedo.

Sai do convívio dos meus pais para estudar na capital quando tinha 16 anos. Aprendi a me virar sozinha, a ‘cuidar’ de mim, atrapalhada e cheia de responsabilidades. Achava-me a dona do mundo porque, na década de 70, uma menina sair do interior para morar na capital era o começo da nossa libertação.

Enfrentei preconceitos, falações, mas não desisti. Minha meta era estudar, ‘ser alguém’, aprender a ser madura e a resolver as minhas necessidades se…

Irmão e primos de Orlando Herculano pedem desculpas ao deputado Ronaldo Medeiros

Imagem
Foto de Olívia de Cássia
Olívia de Cássia – Ascom

O deputado Ronaldo Medeiros (PT) recebeu na manhã desta sexta-feira, 17, dois primos e um irmão de Orlando Herculano, responsável pelo atentado sofrido pelo parlamentar, na semana passada, entre os municípios de Porto Real do Colégio e Igreja Nova. Arnaldo Herculano (primo), Vitor Herculano (irmão) e Roberto Herculano (primo) pediram desculpas ao deputado e disseram que Orlando Herculano (conhecido como Orlandinho) não deveria ter feito o que fez.

“Viemos pedir perdão ao deputado pelo acontecido, pelo fato de Orlandinho ter perdido o controle e ter agido da forma que agiu. Ele não deveria ter feito isso. Todo mundo na cidade diz que ele deu sorte por ter acontecido com o deputado Ronaldo Medeiros, que todos dizem ser um homem pacato e de bem”, disse Arnaldo Herculano.

Arnaldo disse que Orlandinho também errou em ter feito pressão junto a alguns parlamentares e prefeitos amigos dele para que o deputado retirasse a queixa e colocou-se à d…

Sufoquei o meu desejo...

Imagem
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Sufoquei o meu desejo de querer o inatingível. Precisei de muita força para continuar lutando contra um sentimento impossível.

Amor que já não se traduz, objeto abstrato. Matei alguns sonhos impossíveis dentro de mim. Não adianta tentar, eu sei. O que foi não volta mais.

Eu já não quero sonhar com o impossível. Cansei de sofrer. Para esquecer o sofrimento, abafei minhas dores e minha vontade, de te querer novamente.

O que a vida já não é capaz de me dar. Meu coração pulsa, carente de afeto. Às vezes quero o inatingível.

Sou uma incógnita nesta vida, tenho mil interrogações que não foram respondidas...
Vida que segue...

A gente não para de aprender

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

A vida é um aprendizado constante. A gente não para de aprender e quanto mais decepções a gente tem, mais lições dessas experiências podemos tirar. É um jogo que leva vantagem quem tem mais cartucho na agulha para suportar os trancos que surgem pela frente.

É sabido que nem todo mundo é capaz de maturar o significado que as situações proporcionam na vida. Às vezes não queremos ser indelicados, não queremos nos indispor com o outro para não gerar situações vexatórias; aí deixamos de mostrar nossa opinião e perdemos a oportunidade de crescer.

Já passei por isso várias vezes. Tenho esse defeito e não há jeito de reparar essa falha minha. A vida vive me ensinando, mas eu não aprendo. Sempre Fico com receio de magoar os outros e me mutilo interiormente, porque depois que passa a ocasião eu me ponho a refletir que deveria ter agido diferente.

É por isso que não devemos deixar passar as oportunidades que a vida nos dá. Ela está sempre nos mostrando o caminho,…

JHC lamenta índice de Alagoas no MEC e afirma ter cobrado informações à Secretaria de Educação

Imagem
Foto de Olívia de Cássia
Charlene Araújo - Assessoria


Ofício foi enviado em março deste ano, mas nenhuma resposta foi encaminhada ao parlamentar
______________



O deputado estadual João Henrique Caldas (PTN) lamentou os dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) a respeito do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), que aponta Alagoas com o pior índice no país.

A meta estabelecida pelo MEC era de 4.5 e o estado atingiu somente 3.8 para a educação básica. Na educação fundamental, onde o índice é 4.9, Alagoas chegou a 2.9 e, no ensino médio atingiu 2.9, dos 4.9 exigidos.

Em março deste ano, o parlamentar enviou ofício à Secretaria de Estado de Educação, cobrando informações a respeito das obras que deveriam ser realizadas nos municípios atingidos pelas enchentes de 2010, bem como os cronogramas de execução de cada contrato.

Mais de cinco meses se passaram e, até o presente momento, não houve resposta para o documento enviado, que foi protocolado na Secretaria em 14 de março …

Preciso aprender...

Imagem
Foto de Nathalya Cerqueira
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Preciso aprender a viver. Parece que foi ontem que te conheci e já faz tanto tempo que o tempo levou a saudade, tempo que não te vejo mais, amor. Sozinha em silêncio nessa noite fria fico a imaginar em que parte da vida eu te perdi...

Eu te perdi para a vida, para outros quereres; eu te perdi para a vida. Minha mente diz não, meu corpo diz é preciso. Meu corpo envelheceu, ele tem muitas marcas do tempo, mas o tempo passou e não me deu a chance de te reencontrar novamente...

Em pensamentos ainda me pego agindo como adolescente, te amando e te querendo, nessa noite fria. Não, eu não te quero mais, queria poder dizer. O tempo que tenho agora já não é suficiente para um desejo...

Os anos e a maturidade me trouxeram experiências, verdades incontestes e frias, mas o tempo não me ensinou como a gente faz para deletar essa lembrança que eu tenho de mim, essa lembrança de você. Sinto-me adolescente, inconsequente, inquieta...

Uma meta…

O despertar

Imagem
Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

O coração da gente palpita, insistentemente, quando temos alguém para dividir simpatias, adversidades e alegrias.

O coração palpita quando a gente ama indistintamente, acreditando ser correspondido. O coração lateja de dor, ardente, freneticamente, quando acreditamos ser verdadeiro um sentimento.

Mas a mente treinada e cética adverte que demos ficar atentos e que não nos enganemos.

E de volta à razão eu vi meu mundo desmoronar, quando percebi o abismo, o abismo que tinha sido preparado para mim, o precipício que eu estava às vésperas de me atirar.

Ufa! Acordei do triste pesadelo.

O desafio das mulheres

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

São muitos e tantos os desafios que as mulheres têm pela frente, desde que assumiu ir á luta e viver independente, sem amarras, sem donos, sem imposições, a não ser as suas próprias limitações. Desde o início do movimento feminino, o grande desafio foi conquistar o mercado de trabalho, a independência e a igualdade de gênero.

O mercado de trabalho as mulheres conquistaram, hoje são a maioria, fazem movimentar a economia do País, mas no que se refere aos salários nos postos de trabalho que ocupam, muitas vezes eles não fazem jus à sua capacidade e competência.

As mulheres ultrapassaram barreiras a muito custo, nada nos foi dado de graça na sociedade. As conquistas e os espaços foram conseguidos com reivindicações, passeatas, queimas de sutiãs, com enfrentamentos, assédio moral no trabalho, machismo, falta de solidariedade e muito destemor.

Mas as mulheres ainda enfrentam um desafio maior que é se libertarem dos sentimentalismos exagerados porque com eles …

Medeiros critica segurança do Estado na ALE, depois de atentado

Imagem
Foto de Camila Ferraz
Olívia de Cássia – jornalista, com informações de agências e Camila Ferraz

No primeiro discurso que fez na Assembleia Legislativa, depois do atentando sofrido na semana passada, da tribuna da Casa de Tavares Bastos o deputado Ronaldo Medeiros (PT) criticou na sessão desta terça-feira, 14, a segurança pública do Estado.

O parlamentar falou da perseguição sofrida por ele e seus assessores na quinta-feira passada, em um trecho da BR-101, quando teve seu veículo perseguido e abalroado pelo condutor de uma Hilux preta, .quando saia do município de Porto Real do Colégio, após participar de uma reunião com moradores da cidade e se dirigia à Igreja Nova.

Medeiros disse que foi perseguido durante quase 30 minutos, “por esse tal de Orlandinho, que agiu como um marginal, como um vândalo, que a todo o momento tentava me matar e matar a todos que estavam no carro; ele só parou de bater no carro quando chegamos na entrada da cidade de Igreja Nova, praticamente na porta da delega…

As diferenças que entravam o cotidiano

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

Conviver em sociedade não é fácil em se tratando de seres humanos. Cada um tem uma forma de pensar e agir, um método de trabalho diferente e experiência de vida idem. A gente vive, leva cacetada e vai aprendendo assim, na universidade da vida, com as decepções e amarguras.

No campo profissional nunca conhecemos realmente as pessoas. Lidar com o ser humano é a coisa mais difícil da vida. Melhor lidar com os de quatro patinhas mesmo e isso eu aprendo todos os dias com meus bichanos e cães. Eles nos dão mais alegria.

Como disse um internauta quando lhes foi feito a pergunta: por que é tão difícil lidar com o ser humano, “talvez a resposta mais compatível, sem clichês e falso moralismo, seria dizer que cada cabeça é um mundo diferente”.

É sabido que cada ser humano tem pensamentos e reações que mudam de pessoa para pessoa. “Por esse motivo, não conseguimos agradar e nem compreender a todos, tornando o relacionamento e a convivência um grande desafio nas socie…

Dia dos Pais

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista

Neste domingo, 12 de agosto, comemora-se o Dia dos Pais. Para quem ainda tem o privilégio de tê-lo ao lado, ainda que bem velhinho, é uma sorte, uma dádiva divina. Quem me dera que eu pudesse ainda tê-lo presente, lá na nossa antiga casa de União dos Palmares, na Rua Tavares Bastos, para visita-lo, abraçá-lo e contar-lhe todos os meus segredos e aflições.

Há 14 anos o meu querido velho se foi deixando uma lacuna na minha vida, uma saudade incontida e uma dor enorme no peito. A lembrança do meu pai ainda é muito presente e para mim essas datas comemorativas têm sabor de saudade.

Meu pai foi para os filhos um exemplo de homem: generoso, religioso, temente a Deus e que deixou para os seus muitos ensinamentos. Ele era solidário quando alguém, algum amigo passava dificuldade, procurava sempre ajudar, indistintamente, fosse pobre, rico ou necessitado.

Sem formação escolar quase nenhuma, meu pai sabia apenas escrever o seu nome, mas lia muito, gostava de ficar in…