Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Prefeito explica na Rádio Farol que prefeitura não pode arcar com custos dos ônibus

Imagem
Foto de João Paulo Farias

Assessoria 
O prefeito Beto Baía (PSD) concedeu entrevista à Rádio Farol de União, no Programa Show de Notícias, na manhã desta quarta-feira, 29, e explicou que as dificuldades financeiras que o município está passando, com a baixa arrecadação de impostos,  impedem a gratuidade dos ônibus que transportam os universitários para Maceió.
“Não me arrependi de ter feito a promessa aos estudantes, só que nesse momento estamos passando por dificuldades: espero que entendam essa situação”, disse o prefeito.
Beto ressaltou que há um Projeto de Lei que foi encaminhado à Câmara de Vereadores, onde o município vai dar uma ajuda de custo aos estudantes carentes, que terão que provar, por meio  de documentação a baixa renda e receber o benefício.
O prefeito não anunciou quando o projeto entrará em votação pelos 15 parlamentares que compõe o Poder Legislativo.
Cerca de 600 estudantes utilizam dez ônibus para estudar em faculdades públicas e privadas localizadas na capita…

Ligada à maçonaria, associação juvenil pratica filantropia e cultiva atitudes de solidariedade

Imagem
Foto de Olívia de Cássia Olívia de Cássia - Repórter

Ligada à maçonaria e quase desconhecida pela sociedade alagoana, a Ordem DeMolay é uma associação juvenil que cultiva atitudes de solidariedade para com o próximo, pratica a filantropia e é constituída de jovens do sexo masculino, com idade entre 12 e 20 anos.
Segundo André Luiz Santos Gonçalves, mestre conselheiro, a entidade também ajuda uns aos outros como verdadeiros irmãos.  “A Ordem DeMolay é uma extensão da família, da igreja e da  escola, não podendo em momento algum substituir essas instituições”, explica.
A associação se reúne em sábados alternados no templo da Loja Maçônica Paz e Progresso III nº 1, no Centro de Maceió e André observa que o jovem DeMolay tem sonhos simples, igual a muitos jovens. “Pessoalmente queremos ser bons pais de família e cidadãos honrados”, pontua.  
Além da Maçonaria, a associação conta com a ajuda de parceiros da Ordem que compartilham dos mesmos ideais.Fundada no ano de 1919 em Kansas City, …

A descoberta...

Imagem
Olívia de Cássia - Jornalista

Eu te procurei no tempo, em cada canto; um dia eu pensei que tivesse te encontrado, porque nos tornamos cúmplices na nossa intimidade. Mas a gente se engana muito quando o assunto é amor, principalmente eu, que sempre fui tão aberta ao diálogo, tão tola e tão frouxa nas minhas decisões.
Um dia eu revirei o fundo do baú da minha memória, para matar aquela saudade que eu sentia de você, porque eu achava que aquele sentimento era único, parceiro e indissolúvel. Mas que saudade era essa que eu sentia de você? Quanta tolice eu achava que era verdadeira em minha vida!
Para falar a verdade e muito francamente, agora, eu não sei o que eu estava procurando: se era um amor, uma parceria, um amigo, um amante ou todas as alternativas são verdadeiras.
Avalio agora, depois de sentimento passado e situação tão distante, que na verdade eu buscava uma pessoa que eu achava que conhecia: mas por triste ironia do destino, o engano foi maior quando descobri a verdade: a ver…

Bienal Internacional do Livro prossegue até dia 3 de novembro

Imagem
Fotos de Olívia de Cássia - 26-10-2013 Com assessoria

Prossegue até o próximo dia 3 de novembro a VI Bienal Internacional do Livro, que está sendo realizada no Centro de Convenções Rute Cardoso, no Jaraguá, em Maceió. O evento está com uma programação diversificada e homenageou os escritores alagoanos José Marques de Melo e Audálio Dantas, recém-agraciados com o Prêmio Jabuti 2013.
O encontro aconteceu no Espaço Caetés, onde Marques Melo foi homenageado na mesa-redonda “José Marques de Melo: 70 anos?”, conduzida pelos professores e Douglas Apratto e Luitgarde Barros.
Ao iniciar sua homenagem ao amigo e colega Marques de Melo, o jornalista Audálio Dantas registrou a coincidência de neste dia 27 de outubro ser o aniversário de nascimento do escritor alagoano Graciliano Ramos que, se estivesse vivo, completaria 120 anos. “Certamente, essa coincidência e o fato de eu ter recebido o prêmio Jabuti junto com Marques foram motivo de muita alegria”. Ano passado o jornalista Audálio Dantas fo…

Quero falar de sentimentos...

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

Quero escrever, falar dos meus sentimentos, mas as palavras não fluem; estão entaladas dentro de mim como que em dúvida do que vão expressar. A cabeça dói um pouco; a gente passa a vida inteira, às vezes, para entender o nosso eu interior, mas esse não é o meu caso, eu penso.
Não é o que acontece comigo, ou pelo menos penso que não. Sempre fui um tanto quanto frágil, sentimental, emotiva e até ‘frouxa’ demais. Dentro de mim tem uma mulher que grita, esperneia e do outro tem outra, bem menos voraz, às vezes passiva.
São sentimentos que hora se confundem, se fundem e querem dizer a mesma coisa: têm os mesmos conteúdos. Penso, em alguns momentos, que já passei da idade de ter expectativas, desejos, quimeras e vontades: mas o outro lado do meu corpo reclama; quero atenção.
Às vezes é uma situação que parece com uma roupa usada que não queremos nos desfazer porque gostamos muito, mas que não nos serve mais ou que não tem mais cabimento usá-la. Não sei: invo…

Julgamento de Alexsandro Costa, acusado de matar Kelly, será dia 14 de novembro

Imagem
(Foto de Olívia de Cássia\Arquivo)

Olívia de Cássia, com agências

O julgamento de Alexsandro Costa, acusado de matar a militante do Partido dos Trabalhadores Cleria Lilian Vilas Boas (a Kelly), 35 anos, assessora da Defesa Civil de União dos Palmares, assassinada no dia 28 de março deste ano, acontecerá no dia 14 de novembro.

O júri popular vai acontecer pela manhã e a expectativa dos familiares e amigos de Kelly é a de que Alexsandro seja condenado e pague pela barbaridade que cometeu. Os oficiais de Justiça já intimaram as testemunhas de defesa e acusação para o julgamento. O advogado do acusado é dr Nildo da Laje.
Alexsandro da Costa estava  na casa de amigos, no Povoado Pindoba, localizado entre os municípios de São José da Laje e União dos Palmares. Kelly, como era conhecida, foi morta por esganadura (asfixia) enquanto dormia, em sua casa.
PRISÃO
Logo após cometer o crime, Alex, como é conhecido o assassino, fugiu e foi encontrado no dia 9 de abril, em uma caixa d’água em um pov…

O lugar da felicidade...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira
O lugar para a gente ser feliz É  onde a gente estiver.  Pode ser  aqui,  ali ou acolá. Não importa: seja no agora ou no depois. Para a gente ser feliz não precisa de sofisticação. A felicidade está nas coisas simples da vida e quanto mais simples elas são, mais sofisticadas se tornam. Está no bom gosto, no carinho, Na forma de se ver as coisas Na capacidade de ser... O lugar para a gente ser feliz é agora. Onde está a felicidade?

O encontro

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

E vem aquela sensação, se apossando devagar Tomando conta da gente, Querendo nos tomar por inteira... Como que para nos dizer que Estamos vivos, somos gente, Precisamos de um sentimento de paz O encontro com o nosso eu interior,
Para que a gente possa viver e ser feliz.

Vejo a lua

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira.

Vejo a lua no céu,
Ela surge imponente
Parece que vem
Do fundo do mar.
E vai subindo,
Se distanciando
Voando alto para céu.
Bem devagar.
Do outro lado o sol se põe,
Apaixonado.
Um amor platônico
Que não se encontra  nunca..

Livro sobre movimento negro no Estado será lançado dia 27, no Centro de Convenções

Imagem
Por Olívia de Cássia
O livro "Movimento Social Negro e Estado: a política pública como resultado dessa correlação" será lançado no próximo dia 27, às 19h, no Café Literário (Cantinho das Ideias), no Centro de Convenções Rute Cardoso.
A obra foi escrita pelo sociólogo e professor Carlos Martins e por Laurita Santos, que discorrem sobre a efetivação de políticas públicas como a ferramenta fundamental para a minimização de problemas enfrentados por diversos segmentos da sociedade, bem como  a relação entre Estado e os movimentos sociais.
Segundo os autores, em se tratando de movimento social negro essa relação ganha características particulares por se tratar de uma relação recheada de especificidades inerentes às demandas do próprio movimento.
“Além disso, essa relação, ao longo da história, foi pautada numa polarização e subsequentemente numa correlação de força marcada entre consensos e dissensos”, observa Carlos Martins.
Segundo ele, em Alagoas, o Movimento Social Negro e…

Das nossas vontades e ideais

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista
Os sonhos, as vontades e nossos quereres são metas e ideais que a gente persegue durante nossa vida inteira. Às vezes são apenas ilações para fugir de uma vida monótona, do vazio, da solidão, mas que valem a pena para preencher a nossa mente e não deixá-la sucumbir.
Li um texto de Antônio Jorge Rettenmaier, em artigo no site Debates Culturais, em que ele observa que na força de nossas vontades está sempre a retomada da viagem da vida. “Nela é que podemos encontrar, e só nela, a melhor força para retomarmos os caminhos quase interrompidos”, pontua.
Hoje eu sou mais confiante,  dei um salto de qualidade na minha forma de encarar os problemas e adversidades e acredito que quando temos essa força de vontade para o bem, a vida flui com mais intensidade, melhor e mais suave.
Eu sempre fui, durante toda a minha vida,  uma pessoa sonhadora, muito menos hoje do que já fui ontem, mas ainda cheia de expectativas, de querer o melhor para mim, de gostar de boa mús…

Nó na Garganta estará presente na VI Bienal do Livro de Alagoas

Imagem
Assessoria A dupla alagoana - Nó na Garganta (A Música de Jan Claudio e a Poesia de Eduardo Proffa) - estará marcando presença na VI Bienal Internacional do livro de Alagoas nos dias 1º e 2 de novembro. A poesia e a música poderão ser ouvidas, vistas e revistas num formato acústico e contagiante no relançamento do DVD+CD da dupla. No dia 1º, sexta-feira, será nos estandes da Bêabá (107, 108, 109 e 110) a partir das 20h. Já no dia 2, sábado, será nos estandes da Secretaria de Cultura (Secult) (37, 38 e 39), também a partir das 20h.  SERVIÇO O quê: Nó na Garganta (A música de Jan Claudio e a poesia de Eduardo Proffa) VI Bienal Internacional do Livro de Alagoas Local: Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso Data: 1º e 2 de novembro – 20h Estandes dia 1º - 107, 108, 109 e 110 – Bêabá – Distribuidora e Livraria Estandes dia 2 – 37, 38 e 39 - Secult Entrada franca Informações: 8807-5064 e 9444-1565

Prêmio Jornalista Abdias Nascimento 2013 anuncia finalistas

Imagem
A Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira-Rio), do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro, anuncia os finalistas do 3º Prêmio Nacional Jornalista Abdias Nascimento. Os vencedores serão conhecidos durante cerimônia em 11 de novembro, no Teatro Oi Casa Grande, no Rio de Janeiro. Com um crescimento de mais de 75% das inscrições em relação a 2012, o Prêmio bateu recorde de adesão em 2013, reflexo da consolidação do concurso na imprensa brasileira. A Comissão Julgadora, formada por dez jornalistas e especialistas em relações raciais, escolheu os 21 melhores trabalhos dentre o total de 310 inscritos. Concorrem a R$ 35 mil reportagens nas categorias Mídia Impressa, Televisão, Rádio, Mídia Alternativa/Comunitária, Internet, Fotografia, além da Categoria Especial de Gênero Jornalista Antonieta de Barros. A surpresa é que há chance de um mesmo trabalho receber até R$ 10 mil, caso vença as duas categorias em que é finalista. Segundo a coordenadora d…

Sessão Especial debate políticas públicas para povos e comunidades tradicionais

Imagem
Ascom\ALE Com a apresentação do grupo de danças Afoxé Omorewá, a Assembleia Legislativa deu início aos trabalhos da sessão especial, realizada nesta segunda-feira, 21, que teve como objetivo debater sobre o projeto de lei nº 7447. De iniciativa do deputado federal Luiz Alberto (PT-BA), o projeto de lei estabelece as diretrizes e objetivos para as políticas públicas voltadas aos povos e comunidades tradicionais. A sessão especial foi de autoria do deputado Judson Cabral (PT) em parceria com a Fundação Cultural Palmares, a Uneal (Universidade Estadual de Alagoas) e o deputado federal Paulo Fernando dos Santos, o Paulão (PT-AL). Durante a sessão espacial temas como demarcação de terras, direitos de exercer a religiosidade, além de políticas públicas específicas para cada povo ou comunidade foram amplamente discutidos. O debate também teve por objetivo traçar um perfil dos principais problemas que afligem os povos tradicionais, aqui em Alagoas, e levar para ser discutido durante o Congres…

Relíquias da irmã Dulce chegam a Alagoas dia 24

Imagem
Foto de Olívia de Cássia \Arquivo Olívia de Cássia – Repórter
No dia 24 de outubro, quinta-feira, começa em Alagoas a programação da Igreja Católica da peregrinação das relíquias da irmã Dulce dos Pobres, que vem do Hospital Santo Antônio, de Salvador, coração das Obras Sociais Irmã Dulce.
A peregrinação vai  até o dia 30 de novembro, quando será encerrada na paróquia Dulce dos Pobres, com a 90ª visita.Segundo o padre Tito Régis, coordenador geral da ação, este é o último passo para que a irmã Dulce seja canonizada.
 “Este ano é o ano da fé: a irmã Dulce viveu intensivamente a fé, era um modelo de mulher de fé e essa relíquia que virá chama-se de primeiro grau, porque é uma das partes de ossos da santa”, explica o padre.
Entre os 90 lugares que serão visitados na arquidiocese, as relíquias percorrerão  abrigos, hospitais, paróquias, entre outros locais. Segundo o padre, para a Igreja, esta ação significa uma grande mobilização de fé: “Uma oportunidade de se conhecer a vida e a obra d…

Vive em mim...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Vive em mim um sentimento difuso, Que ora é tranquilo e Em outros momentos  inquisidor. Vive em mim uma pessoa inquieta, Inconformada com a violência E com a falta de amor. Vive em mim uma mulher inconformada Com as injustiças e a falta de solidariedade. Vive em mim uma pessoa discreta Mas carente de poesia, Vive em mim uma mulher pulsante, Apesar da idade e do tempo vivido. Não importa se já percorri muitos caminhos, Se todos eles me levam para um lugar melhor. Vive em mim uma mulher que sonha Com um mundo melhor, onde as flores Deem lugar às armas E a poesia seja o encontro de todos. Vive em mim uma mulher que sonha.

Mais um assalto e felizmente estou viva

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista
Vivi no início da tarde desta sexta-feira, 18 de outubro, em Maceió, uma cena de novela ou de filme policial. Esta é a segunda vez este ano que presencio um assalto a coletivos na capital alagoana, quando estou a caminho ou de volta do trabalho: só que hoje foi muito pior.
Estou com medo de sair de casa, acuada, temerosa  para pegar um ônibus para o trabalho ou lazer, não sei como será daqui pra frente. Entrei no ônibus da linha Graciliano Ramos via Trapiche, por volta de uma hora da tarde, via Serraria para meu trabalho na Tribuna Independente, como faço todos os dias.
Quando o coletivo ia subindo a ladeira do Jacintinho, foi assaltado por um adolescente com um revólver em punho, ameaçando o motorista e o cobrador da empresa Maçayo. A cena foi de horror e vai passar muito tempo para que eu esqueça.
Os passageiros, a maioria jovens e estudantes, ficaram apavorados, inclusive eu, que logo comecei a tremer e a chorar. Agradeço aqui o apoio e solidarieda…

A esperança

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista

Tem dias que a gente acorda com aquela sensação estranha, o aperto no peito, como se o mundo tivesse pesando em seus ombros. E a gente tem que respirar fundo, contar até dez, fazer o exercício de treinamento com o cérebro, para a paciência e a persistência; não desistir e seguir em frente.
Eu tenho isso de vez em quando: uma sensibilidade que ainda não entendi, quando algo está para acontecer ou já aconteceu. Não, eu não me sinto uma estrangeira em meu território, mas é uma situação que não sei explicar.
Uma vontade incontida de chorar e chorar bastante, de deixar fluir todo esse sentimento que me aperta o peito e que me traz algumas reflexões que me levam às lágrimas, ao ver uma simples mensagem na tela do computador; uma mensagem de amor, seja ela de que forma for.
E vem aquela sensação imensa de querer conhecer o mundo que eu não conheci, de dizer que: eu existo, que sinto, que quero; um instante de renovação interior, de necessidade de me desfazer …

A política em Alagoas

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista
Já começam nas redes sociais, nas conversas entre amigos, no trabalho e outros locais as brigas, os falatórios, as desconfianças, picuinhas e boatos falsos visando as próximas eleições.

Lamentavelmente, em política, essa que a gente vive no dia-a-dia, cheia de conchavos e mal querer, a gente vê de tudo: cada um quer ser o dono da verdade e para isso enche o currículo dos outros de defeitos. Não veem os seus próprios nem os dos seus aliados; só dos adversários.

E muitas vezes consideram inimigos seus próprios parceiros. Isso é muito nojento e asqueroso. É impressionante como a política apaixona e cega algumas pessoas e pessoas bem inteligentes, que se deixam levar pelos fuxicos.
Já começo a me preocupar com as próximas eleições no Estado e na minha terrinha, no que virá daqui para frente, pois vi um pequeno extrato disso por esses dias e ouvi outros tantos comentários indevidos sobre outras pessoas.
A era moderna incentiva isso: o individualismo e a falt…

Homicídios reduzem expectativa de vida dos negros

Imagem
Dados sobre racismo e violência foram apresentados nesta quinta-feira, 17, no lançamento do Boletim de Análise Político-Institucional

No lançamento da 4ª edição do Boletim de Análise Político-Institucional (Bapi), o diretor do Ipea, Daniel Cerqueira, apresentou dados que mostram que, no Brasil, a probabilidade do negro ser vítima de homicídio é oito pontos percentuais maior, mesmo quando se compara indivíduos com escolaridade e características socioeconômicas semelhantes.

Para Almir de Oliveira Júnior e Verônica Couto de Araújo Lima, respectivamente pesquisador do Instituto e acadêmica da área de Direitos Humanos da UnB, se no Brasil a exposição da população como um todo à possibilidade de morte violenta já é grande, ser negro corresponde a pertencer a um grupo de risco, pois a cada três assassinatos, dois são de negros. Somando-se a população residente nos 226 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes, calcula-se que a possibilidade de um adolescente negro ser vítima de h…

Nona edição do Festival Maionese 2013 acontece em novembro

Imagem
Ações do Coletivo Popfuzz com o festival começam ainda em outubro

Com Ascom Maionese
Nos dias 8 e 9 de novembro o alagoano terá a nona edição do Festival Maionese, que acontece no Armazém Uzina, local do festival pela segunda vez. Segundo a organização do evento, a  produção independente alagoana tem sofrido um notável avanço nos últimos anos.
Fundado e consolidado em 2005, pelo Coletivo Popfuzz, que vem colecionando lugares de respeito na produção cultural independente de Alagoas, o Maionese reunirá, este ano, dezoito bandas em seus dois dias de realização, divididas nos mais variados estilos da música independente.
A programação completa do festival ainda inclui um ciclo de oficinas, exposições e feira cultural no evento, além de ações sociais como o Maionese na Escola que, depois de chegar com sucesso à uma comunidade escolar no bairro do Pontal da Barra em  2012, estará em sua segunda edição este ano.
Mais uma novidade para as atividades que antecedem o festival é que o ciclo de…

Não sou o que sou...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Não sou o que sou
ou o que penso que sou.
Eu sei que tenho
muitos pecados.
Eu confesso aquilo
que eu não consigo definir.
Sou errante,
Um ser que pensa,
um perigo para quem
não pensa.
Quem faz versos tortos
sonha encontrar
aquilo que sonha.
Sonhos que já se perderam
no tempo, de agora e de antes.
Não sou o que sou...

Eu queria encontrar...

Olívia de Cássia Correia de Cerqueira

Eu queria encontrar um amigo perdido no tempo. Dar um abraço apertado, ser gentil e calorosa e Dizer da saudade que tenho dos tempos da meninice. Aquele tempo que a gente pensava que ia mudar o mundo. Que mundo era esse que nós desejávamos mudar? Passou o tempo, cada um foi tomando seu rumo, Seu prumo, uns se achando outros nem tanto... Eu queria encontrar um amigo perdido no tempo...

Marcos de Farias Costa lança Jardim Selvagem, seu mais novo livro de poemas

Imagem
Por Olívia de Cássia- jornalista

O poeta alagoano Marcos de Farias Costa lança seu mais novo livro de poemas, O Jardim Selvagem, nesta terça-feira, 22, às 20h, no Restaurante Caranguejola, na Avenida Antônio Gomes de Barros (antiga Amélia Rosa), no bairro da Jatiúca, em Maceió.
Jardim Selvagem, segundo conta Luiz Carlos Figueiredo, na orelha do livro, é um trabalho que nasceu em velhos tempos. “Os novos poemas de Marcos de Farias Costa nasceram nos momentos de etílica vigília, durante quarenta anos molhados em cachaça. Nada de falação boêmia. Entre um gole e outro, o silêncio, a conversa interior, viagem interna do eu-poético na maçaranduba do tempo”, define.
A poesia de Marcos Farias Costa mostra seu inconformismo com as injustiças sociais, a hipocrisia, os preconceitos e “toda essa miséria humana – do aqui e do agora, do passado e do lá fora”.  Em sua poesia o autor se mostra inquieto e profundo como sempre foi.
A matéria-prima do poeta é a palavra e, assim como o escultor extrai a…

Igreja Católica comemora Festa de Nossa Senhora da Rosa Mística

Imagem
Olívia de Cássia – Repórter
Terminam no próximo domingo, 20 as comemorações da Igreja Católica à Festa de Nossa Senhora da Rosa Mística, no bairro da Mangabeiras, em Maceió. A festa teve início no sábado, 12, com parque de diversão, quermesse e a  missa de Nossa Senhora Aparecida, seguida de show de evangelização, com o ministério de música Maria Nossa Mãe, com barracas da equipe de liturgia e demais pastorais.
No domingo, 13, a programação seguiu com uma celebração, tendo como tema: “Maria, mulher de fé, ensina-nos a reconhecer a Ação de Deus na nossa história”. O presidente da celebração foi o frei Thiago, com coral do grupo de jovens do local.
A programação prossegue até o domingo, 20, com celebração, coral  e procissão luminosa. Segundo o administrador paroquial, padre Marcio Roberto, a fé é a porta de entrada do mistério de Deus e itinerário de compreensão da missão de cada cristão no mundo.
“Neste ano olhamos para a figura da Santíssima Virgem Maria como modelo e referência …

Artista penedense expõe obras na capital alagoana na próxima segunda (21)

Imagem
Fonte: Aqui Acontece

Acontece entre os dias 21 a 31 de outubro, na sede do Instituto da Visão, Av. Santa Rita de Cássia, 239, Farol, na capital alagoana, a VI Mostra Cultural Instituto da Visão. Com a exposição "Novos Olhares", o evento pretende este ano dar espaço para novos artistas.
A mostra contará com a presença da artista plástica penedense, Karina Michele Souza. Suas obras chamam a atenção pela delicadeza com que as peças são confeccionadas. São pinturas a óleo e esculturas feitas com papel machê.
Entre os expositores estão: Acendino Freitas, Adelaide Abreu, Alfredo Gazzaneo, Ana Cahu, Ana Luiza, Camila Cavalcante, Daniel Lima, Gustavo Correia entre outros.

A abertura da exposição acontece na próxima segunda-feira (21), às 20hrs. A entrada é franca e os visitantes ainda poderão se emocionar com um belíssimo show da cantora alagoana Wilma Araújo.

Mês da Consciência Negra: grupos culturais têm até sexta para propor participação

Imagem
Foto de Olívia de Cássia-20-11-2012 Fonte: Ascom FMAC

Artistas, grupos culturais e comunidades tradicionais de matriz africana têm até a próxima sexta-feira (18) para apresentarem suas propostas de participação no evento cultural que celebrará o Mês da Consciência Negra em Maceió. O prazo foi apresentado pela Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) durante reunião com representantes da comunidade afrobrasileira, no início do mês. As propostas vão ajudar a compor a programação oficial do evento Saurê Palmares, que acontecerá nos dias 8 e 9 de novembro, na Praça Palmares.
A ideia da comissão organizadora é que o evento tenha programação diversificada e contemple o comércio de produtos artesanais e comidas típicas, exposições, desfiles, rodas de capoeira e apresentações culturais diversas como a dança, cortejos culturais e música.
Os grupos podem apresentar suas propostas por meio de textos descritivos, release de trabalhos, fotografias, ou mesmo vídeos. “É importante apenas que os grupos…