Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

Greve dos bancários tem início e agências continuam fechadas

Imagem
Mas apesar da paralisação, serviços dos caixas eletrônicos continuam funcionando
Olívia de Cássia – jornalista


O primeiro dia de greve dos bancários alagoanos, nesta terça-feira, 30, teve a adesão de 80% da categoria em todo o Estado, segundo o presidente do Sindicato dos Bancários, Jairo França. “A paralisação da categoria começou com forte adesão e pretendemos permanecer de braços cruzados durante todo período de greve”, observou.
Jairo França destaca que a adesão à paralisação nos próximos dias deve aumentar. “A greve começou como nós esperávamos, firme e forte. Vamos trabalhar para que a adesão seja maior no decorrer da semana”, observou.
Com o fechamento das agências bancárias da capital,  as filas nas casas lotéricas se multiplicaram e no GBarbosa da Serraria, ontem à tarde,  estavam dando voltas. O único serviço realizado ontem nos bancos foram os dos caixas eletrônicos que ainda continuam abastecidos.
A maior adesão à greve dos bancários, segundo o presidente da entidade, foi …

Está chegando a hora...

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista
Neste domingo, 5 de outubro, mais de 200 milhões de brasileiros vão acordar logo cedinho para exercer a sua cidadania indo votar em seus candidatos. Muita gente hoje em dia não gosta desse dia, mas quem é cidadão e sempre teve no sangue o DNA que apaixona, o dia de votação é uma festa e vai comparecer à urna de boa vontade. No dia de eleição lá em casa tinha até um tipo de comida diferente que minha mãe preparava que era a ‘carne de eleição’, uma panelada cozida, mistura de carne de boi e porco que era uma delícia. 
A gente saia de casa logo cedo para votar logo e depois ficar andando na rua, observando o momento do eleitorado; fazendo propaganda boca  a boca e passando as informações para o meu pai da movimentação nas ruas de União dos Palmares, quando ele não pode mais andar. Eleitor apaixonado pelo primo-político Afrânio Vergetti, meu pai não admitia que ninguém  falasse mal do primo e se alguém se aventurasse a chegar lá em casa criticando Afrânio, m…

Bancários querem fechar duzentas agências bancárias em Alagoas

Imagem
Foto: Adailson Calheiros

Olivia de Cássia - Repórter


Os bancários alagoanos se reuniram na noite de segunda-feira (29), em assembleia organizativa no Teatro dos Bancários, para definir as estratégias dos piquetes nas agências bancárias de Maceió nesta terça, quando pretendem fechar todas as agências. Em todo o Estado são sete bancos e duzentas agências bancárias, que deverão ter a presença dos piquetes nas portas.  Segundo o presidente do Sindicato dos Bancários, Jairo França, a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancários (Fenaban), no sábado, 27, de 8% no piso, 7,35 nas outras cláusulas e 0% nas cláusulas sociais foi rejeitada pelo Comando Nacional dos Bancários que avaliou a proposta em mesa e considerou insuficiente. “Quando a gente considera a proposta insuficiente a mesa, o Comando Nacional, já se sente com autoridade para dizer não à proposta apresentada (pelos banqueiros), não dá para conversar. A gente queria que fossem apresentadas algumas propostas sociais com…

Maioria dos brasileiros é contra o casamento gay, segundo o Ibope

Imagem
Representante do movimento LGBT diz que decisão do Supremo já é pacífica sobre o tema, mas não impede o debate Olívia de Cássia – Repórter Uma pesquisa divulgada pelo Ibope no dia 3 de setembro indica que a maioria dos brasileiros é contra o casamento gay, entre outros temas polêmicos abordados na consulta. A pesquisa avaliou que o casamento gay foi a abordagem que mais dividiu as respostas: 53% das pessoas se declararam contra e 40% a favor. Em maio de 2011, o Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo. Em 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou resolução em que obriga os cartórios de todo o país a registrarem o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. A norma também determina que sejam convertidas em casamento as uniões estáveis homo afetivas registradas previamente. Mas apesar da decisão e de os casamentos entre pessoas do mesmo sexo já estarem acontecendo no Brasil, a determinação não agradou a muitos setores da sociedade e …

Vida após a morte: a fronteira do desconhecido

Imagem
Com os avanços da medicina, a experiência de quase-morte tem se tornado comum Olívia de Cássia – Repórter  À medida que a medicina avança, a experiência de quase-morte (EQM) tem se tornado mais comum: técnicas de ressuscitação do coração e dos pulmões permitem o socorro de pacientes que, há algumas décadas, dificilmente, voltariam à vida. A discussão a respeito do tema vem de muito tempo e as opiniões se dividem: de um lado, pessoas que já viveram experiências assim, ou pessoas que vivem a espiritualidade; de outro, pessoas céticas, que não acreditam no assunto. Saulo de Tarso, um médico alagoano que passou por uma experiência de EQM, falou à reportagem da Tribuna Independente sobre o fato. “Eu tive uma linda visão quando tive o segundo infarto do miocárdio e estava anestesiado e depois vim saber que passei por maus momentos”, observa. O médico disse que se desligou da sala quando estava passando muito mal “e todos sabiam que eu iria operar. Vi luzes de todas as cores e em plena consciê…

Melhor que antes

Imagem
Olívia de Cássia - jornalista
Faltam poucos dias para os brasileiros escolherem os rumos da nação. As pesquisas têm mostrado o crescimento das intenções de voto para a presidente Dilma e isso tem levado à inquietação os opositores ao governo.  Nesses doze anos do governo do PT muita coisa mudou no Brasil, não está tudo às mil maravilhas mas, com certeza, bem melhor do que era antes para quem não tinha nada.
O governo federal investiu em políticas públicas para os menos favorecidos e isso inquieta aqueles que têm um pensamento mais à direita; aqueles que não aceitam que pobre melhore de vida e que dependa sempre da caridade deles. E não falo isso porque tenha recebido algum benefício porque, na minha vida financeira, estou no maior perrengue sempre.
Os conservadores e opositores ao governo Dilma chamam os programas sociais de esmola, mas agora tiveram que engolir os dois candidatos  Marina e Aécio  dizendo que vão dar continuidade a ele e outros que deram certo no governo do PT.
Os …

Folha do INSS injeta mais de R$ 300 mi na economia do Estado

Imagem
Foto: Adailson Calheiros
Montante é maior que o FPM de muitos municípios e movimenta economia local Olívia de Cássia – Repórter
A folha de pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Alagoas é R$ 382.247.400,28, superior ao Fundo de Participação do Estado (FPE) e o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) da maioria dos municípios alagoanos. O montante que a previdência social  coloca na economia do Estado represente uma  injeção significativa, pois o dinheiro dos aposentados movimenta a economia local, principalmente nos municípios onde a oferta de empregos é bem menor do que na capital. O FPE é um dos sistemas de transferência de recursos do governo federal para os estados, que tem o objetivo de redistribuir a renda e promover o equilíbrio socioeconômico dessas unidades da federação.  O FPM é a maneira como a União (Governo Federal do Brasil) repassa verbas para os municípios brasileiros, cujo percentual, dentre outros fatores, é determinado principalmente pela prop…

“A presença Negra em Alagoas” faz resgate das raízes históricas alagoanas

Imagem
Foto: Adailson Calheiros
Livro foi organizado pelos professores Douglas Apratto e Jairo Campos 
Olívia de Cássia – Repórter
Há séculos, nosso país vem lutando para destruir as heranças culturais africanas e impedir a afirmação política negra de identidade racial, mas a cultura brasileira é constituída de miscigenação de três raças e não há purismo em nosso povo.  Com o objetivo de fazer um resgate da identidade alagoana, o livro “A presença Negra em Alagoas” será lançado hoje, 23, no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), no bairro do Jaraguá. O livro tem como organizadores os professor Douglas Apratto Tenório (vice-reitor do Centro de Estudos Superiores de Maceió - Cesmac) e Jairo Campos da Costa (reitor da Universidade Estadual de Alagoas - Uneal). O trabalho faz parte de um projeto de resgate de vários temas ligados à cultura e à história de Alagoas e à busca das raízes histórico-culturais dos povos que colonizaram o Estado. Segundo o professor Douglas Aprat…

O tempo ensina...

Olívia de Cássia - jornalista
Às vezes a gente passa a vida inteira ou a maior parte dela, sendo egoísta, pensando apenas em nós mesmos, na nossa rotina e esquece de que existem outros mundos, outras pessoas, vivências e aprendizado. Até que um dia, por um motivo ou situação inesperada, cai aquela casca que a gente criou durante o tempo todo e algo em nós se transforma nos fazendo  entender o quanto tínhamos sido ingênuos.  
Nessa transformação que a gente passa, nasce um aprendizado maior; uma compreensão do mundo e de mundo que nos faz ver a vida com outros olhos e com mais suavidade. A gente percebe então o quanto tinha de arrogância, de ar de superioridade e menosprezo pelos outros.
Convivi de perto com situações parecidas e essas vivências, fossem minhas ou de outras pessoas, me fizeram enxergar melhor a alma humana. O amor que sempre tive pelos amimais me fez conhecer melhor o ser humano e entender o quanto os animais são sinceros, leais e nos devotam um amor incondicional; ele…

Projeto de Lei beneficia as mulheres

Olívia de Cássia – jornalista
Está tramitando na Câmara dos Deputados  projeto (PL 7156/14) que proíbe a concessão de incentivo fiscal e financiamento a pessoas jurídicas de direito privado e a pessoas físicas que utilizem práticas discriminatórias contra mulheres no mundo do trabalho.
Segundo o texto do projeto, também ficam proibidos, nesses casos, contratos administrativos e participação em licitações, inclusive pregões e aquelas realizadas dentro de parcerias público-privadas (PPPs) nos âmbitos da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios.
O projeto é assinado conjuntamente pelos deputados Rogério Carvalho (PT-SE), Janete Rocha Pietá (PT-SP) e Jô Moraes (PCdoB-MG). De acordo com o texto, considera-se prática discriminatória à mulher a situação em que ela é submetida a igual trabalho ao do empregado homem, recebendo remuneração menor ou tendo jornada de trabalho maior. Também é discriminação contra a mulher o assédio sexual ou moral.
“Ficam de fora das limitações im…

Senador Paulo Paim (PT-RS) recebe Título de Cidadão Honorário na ALE

Imagem
Requerimento propondo a honraria foi do deputado Ronaldo Medeiros (PT\AL)
Olívia de Cássia – Ascom  (Fotos: Olívia de Cássia)

O plenário da Assembleia Legislativa Estadual (ALE) ficou lotado para a sessão publica realizada na manhã desta quarta-feira, 17, que concedeu o Título de Cidadão Honorário ao senador gaúcho Paulo Paim (PT-RS). O requerimento propondo a honraria foi de autoria do deputado Ronaldo Medeiros (PT\AL). 
O parlamentar justificou a homenagem ao senador gaúcho observando que o senador Paulo Paim é um dos grandes defensores do idoso. “O Estatuto do Idoso é hoje uma lei de sua autoria, veio trazer os direitos que a categoria sonha ter; é um grande defensor dos aposentados e pensionistas também, participando inclusive da valorização do salário mínimo, de comissões que buscam a melhoria da Previdência Social no Brasil”, destacou.
Medeiros disse ainda que o senador Paulo Paim é um homem que muito já fez por Alagoas e pelo Brasil. “Hoje a Assembleia Legislativa vem homenag…

A clareza das ideias ...

Imagem
Olívia de Cássia – jornalista
Sonhei com algum momento do passado ao amanhecer do dia de hoje e a cena me fez refletir sobre determinadas situações que eu vivi lá atrás, contradizendo todas as teorias que eu costumava absorver e depurar todos os dias com minhas leituras feministas.
Sempre gostei de ler e absorvia, desde Marta Suplicy, Zuleika Alambert, Rose Marrie Muraro e   outras escritoras que eu tenho na minha estante e costumava recorrer. Durante um período da minha vida eu passei a assimilar a submissão ou aprendi a conviver com ela, embora não fosse um sentimento deliberado, mas só há bem pouco tempo me dei conta dessa situação.
Naquele tempo, eu passei a admirar o homem com quem vivia, porque, no começo daquele relacionamento, de certa forma, ele foi se moldando falsamente à minha maneira de ser, à minha vida universitária ao mundo que eu estava também descobrindo até então.
Eu era uma jovem muito pura de sentimentos e fui acreditando naquilo tudo, já que as minhas experiênci…