Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2015

Ex-prefeito de Maceió, Djalma Falcão diz que acredita na força criadora da juventude

Imagem
Olívia de Cássia - Repórter \ Primeiro Momento

Presidente do Partido do Movimento Democrático Brasileiro [PMDB] durante 20 anos, o ex-deputado federal; ex-prefeito de Maceió, jornalista e advogado Djalma Marinho Muniz Falcão disse que acredita na força criadora da juventude e que torce pelo bom desempenho do governador Renan Filho [PMDB] e do prefeito Rui Palmeira [PSDB].

Democrata, Djalma Falcão diz que respeita o voto popular e não defende a saída da presidente Dilma

Imagem
Olívia de Cássia - Repórter - Primeiro Momento

Djalma Falcão destaca que, apesar das dificuldades da atual conjuntura política, tem um grande respeito pelo mandato da voz do povo, pela soberania do voto popular: “Sem soberania não há democracia e a melhor saída é a democracia; sem democracia vamos cair na situação de 1964, e aí não tem limites”, ressalta.

Arquivo vivo da história política do Estado, Djalma Falcão analisa impeachment de Muniz Falcão

Imagem
Olívia de Cássia - Repórter \Primeiro Momento
Arquivo vivo da história política do Estado, Djalma Falcão comenta que acompanhou todo o processo impeachment movido contra o governador Sebastião Muniz Falcão, seu irmão. Segundo ele, aquele era um período completamente diferente do de hoje. Até hoje, mais de 50 anos depois, o episódio é considerado um dos mais significativos da história alagoana e ainda suscita discussões sobre a figura de Muniz Falcão e seu governo.

Médica e escritora, Rosiane Rodrigues lança seu 13º livro, na Casa da Palavra

Imagem
Evento reuniu setores ligados à cultura alagoana: escritores; jornalistas; músicos, poetas, entre outros personagens 000 Olívia de Cássia - Repórter
A médica psiquiatra; poeta, compositora e escritora Rosiane Rodrigues Cavalcanti lançou na noite desta quinta-feira, 24, na Casa da Palavra, nova obra literária intitulada Solidão do Céu, seu décimo terceiro livro. Nessa coletânea de poesias, a autora faz uma reflexão sobre a vida, o amor, o ser, prometendo levar o leitor a pensar e dar a sua própria interpretação. A apresentação do livro foi feita pela jornalista Ivone dos Santos. Fotos Paulo Tourinho Com um auditório lotado de representantes da cultura alagoana, a noite de autógrafos teve apresentações artísticas especiais como recitação de poesia, declamação de Paulo Poeta e o ator Chico de Assis; apresentação musical de Leureny Barbosa e Didha Lyra. Nessa coletânea de poesias, a autora faz uma reflexão sobre a vida, o amor, o ser, prometendo levar o leitor a pensar e dar a sua própria i…

Piloto surdo luta por reconhecimento no país

Imagem
João Paulo é o primeiro portador de deficiência apto a voar e sonha mudar a legislação brasileira 001 Olívia de Cássia - Repórter
Apaixonado por aviação, João Paulo Marinho dos Santos, 29 anos, tem problemas de audição e é o primeiro piloto com deficiência auditiva apto a voar no Brasil, mas esbarra na legislação brasileira. Ele luta por reconhecimento junto à Anac [Agência Nacional de Aviação Civil] pelo direito de pilotar aeronaves e exercer a função de piloto privado no país. Graduado em Ciências da Computação, João Paulo trabalha na Casa da Indústria, já trabalhou em Recife em empresas na área de tecnologia e colocou vários vídeos no You Tube, objetivando chamar a atenção das autoridades brasileiras. Fotos: Paulo Tourinho  O jovem comenta que levou sua demanda para o governador Renan Filho (PMDB), que ficou sensibilizado com sua reivindicação e se propôs a verificar os meios possíveis para ajudar João Paulo. Graduado em Ciências da Computação, João Paulo trabalha na Casa da Indústr…

Advogado Fernando Falcão diz que está havendo depreciação gradativa da profissão

Imagem
Olívia de Cássia - Repórter\ Primeiro Momento
Com 18 anos de profissão e 13 de magistério como professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), o advogado Fernando Falcão disse que, nesse tempo de profissão, teve muitas alegrias, mas ele observa que nos últimos anos está havendo uma depreciação na profissão.

Segundo ele, essa OAB que já foi tão altiva em décadas passadas, tão forte e tão intransigente, em defesa da democracia, “hoje em dia a gente não tem nem na instituição federal e nem na estadual. Fotos: Paulo Tourinho  “O direito é uma área apaixonante; o fato de você poder defender uma pessoa e muitas vezes devolver a ela a liberdade, e recompor um prejuízo patrimonial que essa pessoa tenha sofrido, é muito gratificante, mas infelizmente, nos últimos anos, a gente tem sentido que tem havido uma depreciação gradativa e cada vez maior da profissão de advogado; basta lhe dizer que temos tido todo tipo de constrangimento no exercício profissional”, destaca.

Ele obse…

Multiartista Saulo Laranjeira se apresenta no Teatro Deodoro, hoje, e deu entrevista para o Primeiro Momento

Imagem
Assunta Brasil terá muito humor, poesia e textos inteligentes 000 Olívia de Cássia - Repórter Sucesso do programa a Praça é Nossa (SBT), o multiartista (humorista, ator, apresentador, cantor, narrador e compositor) brasileiro Saulo Laranjeira se apresenta neste domingo, 20, às 20h30, no Teatro Deodoro, em Maceió, em um show beneficente que terá renda revertida para o tratamento do radialista Carlos Miranda, que está passando por tratamento de saúde em consequência da esclerose lateral amiotrófica (ELA). Sucesso do programa a Praça é Nossa (SBT), o multiartista (humorista, ator, apresentador, cantor, narrador e compositor) brasileiro Saulo Larajeira se apresenta neste domingo, 20, às 20h30, no Teatro Deodoro, em Maceió. Fotos: Paulo Tourinho  Nascido em Pedra Azul, município de Minas Gerais, localizado no nordeste do Estado, na região do vale do rio Jequitinhonha, o artista conversou com a reportagem no restaurante A Bodega do Sertão, no começo da tarde deste domingo,  e falou um pouco …

Usinas são quem mais descumpre a Lei de Cotas no Estado

Imagem
Superintendente Israel Lessa diz que empresas têm dificuldade na contratação

Olívia de Cássia - Repórter

As usinas alagoanas são as que mais descumprem a Lei de Cotas (Lei n.º 8.213 de 1991), que prevê a contratação de pessoas com deficiência em empresas com mais de 100 funcionários.  Quem afirma é o superintendente do Trabalho em Alagoas, Israel Lessa.
Segundo Israel Lessa, infelizmente a cultura empresariado local tem essa questão de dificultar e de fazer cumprir o que manda a CLT [Consolidação das Leis do Trabalho], no que diz repeito aos trabalhadores, sejam eles sadios ou com deficiência física. Fotos Paulo Tourinho
 A Lei de Cotas prevê que empresas com 100 empregados devem preencher de 2% a 5% de suas vagas com pessoas com deficiência e o percentual vai aumentando de acordo com o aumento de seus empregados. Israel Lessa destaca que, infelizmente, as empresas que mais geram deficientes e doentes são as que menos querem cumprir a legislação. A fiscalização do trabalho é uma ativida…

Eu tenho esperança...

Imagem
000

Olívia de Cássia - jornalista Da mesma forma que a maioria dos brasileiros, eu sou remediada, mais para a classe E; nunca passei situação de miserabilidade, mas não tive privilégios inalcançáveis pela maioria; não esperneio por contas das melhorias que foram implantadas pelos últimos governo Lula-Dilma,  como o sistema de cotas, o Bolsa Família, o Cisterna Para Todos, Luz para Todos, entre outros programas sociais, diferente de muitos conhecidos meus. Reclama-se da corrupção como se ela tivesse sido implantada nos governos do PT, apenas porque agora o assunto aparece mais nos noticiários. Isso quer dizer que a presidente vive em uma democracia e não está impedindo as investigações.
Os agourentos estão na torcida do quanto pior melhor; querem a saída da presidente de qualquer forma e por debaixo do pano tramam as ardilezas do que tem de pior na política. O candidato perdedor não prima pela democracia e seu grupo torce muito para a queda da presidente de qualquer jeito. Não sabem el…

Secretário de Estado do Trabalho, Rafael Brito fala das ações da gestão

Imagem
Olívia de Cássia - Repórter 
Em entrevista à reportagem no sábado, 12, no Hotel Radisson, na Pajuçara, o secretário de Estado do Trabalho e Emprego (Sete) Rafael Brito, há nove meses à frente da pasta,  disse que quando assumiu a secretaria, o Sine [Sistema Nacional de Empregos] era o grande problema da Secretaria do Trabalho: “Isso há muitos anos”, ressaltou. O jovem secretário de 34 anos observou que, em janeiro deste ano, com a atual equipe; uma nova motivação de trabalhar e atender essas pessoas, a situação foi estabilizada em termos de atendimento em relação ao ano passado. Fotos: Paulo Tourinho  Segundo o secretário, foi utilizado toda equipe e o recurso da Sete para melhorar o atendimento. “As pessoas, antes, precisavam chegar duas, três, quatro horas da manhã para garantir o atendimento no Sine”, observou. Rafael Brito disse que isso é um absurdo, “porque, quem vai ao Sine, normalmente, ou está desempregado e há muito tempo sem emprego, ou pessoas que acabaram de ser demitidas…